Notícia

O Estado de S. Paulo

Uma revolução bate à porta da microeletrônica

Publicado em 24 março 2002

Por EDMUNDO M. OLIVEIRA
O Brasil passou os últimos 20 anos de costas para o maior fenômeno científico, tecnológico e industrial do pós-Guerra, a microeletrônica. A revolução dos circuitos integrados (CIs), chamada por alguns de a Terceira Revolução Industrial, deixou no Brasil, pela falta de boas políticas públicas, uma herança negativa que aparece, hoje, na forma de um déficit anual médio de US$ 6 bilhões na balança comercial de eletroeletrônicos, metade dele em componentes, especialmente semicondutores, os chips que movem o computador em casa ou o [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.