Notícia

Jornal da USP

Uma parceria bem-sucedida

Publicado em 21 dezembro 2003

Um professor argentino procura uma tese defendida por um universitário espanhol, que está atrás de trabalhos desenvolvidos por um renomado pesquisador brasileiro, que busca pesquisas de ponta desenvolvidas em faculdades chilenas... Essa verdadeira estrada sem fim por onde circula o conhecimento produzido pelas universidades latino-americanas e da Península Ibérica tem sido o caminho do crescimento da rede Universia, cuja parceria com a USP completou dois anos no mês passado. Maior portal de educação em língua espanhola e portuguesa, atualmente ele está presente em cerca de dez países e é parceiro de mais de 700 universidades. No País, o Universia Brasil (www.universiabrasil.net) existe desde maio de 2002, porém já em novembro de 2001 a USP se tornava uma das primeiras 30 instituições de ensino superior a firmar convênio de cooperação com o portal. O professor Paulo César Masiero, diretor da Comissão Central de Informática (CCI) da USP e coordenador do convênio entre a Universidade e o Universia, salienta que uma instituição como a USP não podia ficar à margem de um projeto amplo como esse. Apesar de termos nossos próprios canais de comunicação, como um portal próprio, o Universia acaba se tornando uma outra porta de entrada para quem quer conhecer a USP ou precisa de algum serviço dela, explica. Atualmente, segundo Masiero, quatro bolsistas trabalham na produção de notícias e informações que abastecem tanto o site do Universia, no espaço Janela aberta, dedicado à USP (www.universiabrasil.net/janelaberta.jsp?id=24), quanto os veículos de comunicação da USP na Internet, o portal USPonline (www.usp.br) e a Agência USP de Notícias (www.usp.br/agen). Na "Janela aberta", alimentado três vezes por semana, o usuário encontra dicas de eventos na Universidade, como cursos, palestras, shows, exposições e lançamento de livros, entre outros. O usuário também passou a poder consultar recentemente as dissertações de mestrado e teses de doutorado defendidas na USP, com resumos em português e inglês (www.universiabrasil.net/teses/usp), e matérias especiais com alguns autores. O Universia desenvolveu também ações de divulgação mais específicas com algumas unidades da USP. O portal organizou, por exemplo, uma mostra virtual com as peças de uma exposição inédita sobre Evolução e biodiversidade, do Museu de Zoologia da USP, com comentários e explicações da bióloga e diretora de Difusão Cultural do museu, Mirian David Marques. Outro passeio virtual aconteceu com as obras da exposição Interfaces contemporâneas, que comemorou os 40 anos do Museu de Arte Contemporânea (MAC). Além de apresentar obras de Picasso, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti e Victor Brecheret, o portal oferecia também comentários sobre as obras e os artistas com especialistas do próprio museu, como a diretora Elza Ajzenberg. A parceria entre a USP e o Universia se esdende também à direção do portal. O reitor da Universidade, professor Adolpho José Melfi, integra, com outros 11 reitores, o conselho diretor do Universia Brasil. O órgão é uma espécie de conselho de administração que, entre outras atribuições, discute o planejamento das ações do portal. O nosso relacionamento com a USP é excelente. E termos a ajuda desse órgão consultor nos dá certa tranqüilidade, pois vemos que trabalhamos alinhados com o que as universidades pensam, explica Maria Voivodic, diretora-geral do Universia no País. A USP também é a instituição que representa as universidades brasileiras parceiras do projeto no conselho internacional da Rede Universia, e participa do Comitê Editorial e de Comunicação, grupo que se reúne para discutir o conteúdo e os serviços oferecidos pelo portal, e que tem a professora Cremilda Medina, da Escola de Comunicações e Artes (ECA), como sua representante. Maria salienta que a importância de um portal como o Universia reside na sua função de democratização do que é produzido dentro das universidades. A contribuição se amplia ainda mais quando se pensa no alcance internacional do portal. Podemos dizer que o Universia é um produto de utilidade pública. A nossa função é mostrar o que a universidade faz. Poucas instituições no Brasil têm a produção acadêmica e de pesquisa que a USP e as federais possuem, daí a importância dessa divulgação. O Universia nasceu em 2000 na Espanha, como resultado de um projeto de 32 universidades espanholas com a Conferência dos Reitores de Universidades Espanholas (Crue), o Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC) e o Santander Central Hispano. A idéia era direcionar o portal à comunidade acadêmica presente na América Latina e Península Ibérica, estimada em 1,6 milhão de alunos na Espanha e 10 milhões de alunos latino-americanos. Atualmente, a Rede Universia está presente na Espanha, Portugal, Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Peru, Porto Rico, México e Venezuela. O Universia Brasil já conta com 157 universidades nacionais parceiras, que representam cerca de 1,6 milhão de universitários. A diretora-geral do Universia brasileiro recorda que esse público representa 60% do coletivo total da graduação nacional. Já englobamos as mais importantes universidades públicas, como a USP, a Unesp e a Unicamp, além da maioria das federais, diz. O site tem procurado também ampliar o leque de serviços e material informativo oferecidos ao usuário, já que, como lembra Maria Voivodic, o público visitante, o chamado coletivo universitário, vai desde pré-universitários até os gestores das instituições, passando pelos próprios graduandos, pós-graduandos, professores e pesquisadores. Uma novidade recente do portal foi a parceria fechada com a Revista Pesquisa Fapesp, que divulga pesquisas e trabalhos científicos apoiados pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. A partir de agora, artigos e matérias da publicação científica podem ser acessados do próprio Universia, dando mais visibilidade aos trabalhos de pesquisadores e professores brasileiros. Outro lançamento do portal é a Dica Universia, mensagem informativa de um minuto que orienta o público sobre educação, vagas no mercado de trabalho, bolsas de estudo, entretenimento e esportes universitários. A Dica Universia vem sendo veiculada no Canal Universitário de São Paulo (canal 15 da NET e 71 da TVA) e nas TVs universitárias de outras parceiras.