Notícia

Gazeta de Ribeirão

Um museu diferente

Publicado em 01 março 2009

Por Danielle Castro

A Casa da Ciência do Hemocentro de Ribeirão Preto, com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e em parceria com a Fundação Vitae, vai inaugurar em março um modelo de museu inédito na cidade. A chamada Sala Retrô será voltado para adolescentes do ensino fundamental e médio e usará princípios da matemática e da física para ensinar biologia. De acordo com a coordenadora da Casa da Ciência, Marisa Ramos Barbieri, Ribeirão é carente desse tipo de espaço educativo. “Chamamos de retrô não no sentido pejorativo, mas de retrospectiva, de resgate desses conceitos, como geometria espacial, que os alunos deveriam ter na escola, mas não são desenvolvidos”, disse Marisa.

O museu científico será aberto, de início, apenas aos alunos da Casa da Ciência, que vão ajudar a testar o ambiente interativo. As esculturas, mapas e outras estruturas foram desenvolvidos em parceria com um especialista em fabricação de peças para museus do Rio Grande do Sul . “São conceitos de química, matemática e física, mas queremos que eles entendam essas formas e dimensões nos seres vivos”, disse Marisa. Projetos inovadores são especialidade da Casa da Ciência. Dentre os 64 estudantes da rede pública selecionados ano passado para o projeto de Pré-iniciação Cientifica da Universidade de São Paulo (USP), 24 estão desenvolvendo trabalhos no Hemocentro.

“O programa visa estimular estudantes a seguirem a carreira científica, mas o fundamental é ensinar o aluno a gostar de aprender”, disse José César Rosa, professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto e um dos orientadores do projeto. A primeira turma, que recebe uma bolsa-auxílio e passou as férias tendo aulas em período integral para receber os conceitos-base, já deve começar a pesquisar no próximo mês.

SERVIÇO: Casa da Ciência do Hemocentro; Inscrições e parcerias abertas para o projeto Adote um Cientista; Informações: (16) 2101-9308 ou http://ctc.fmrp.usp.br/casadaciencia/

 

Adote o cientista abre inscrições

O programa Adote o Cientista de Amanhã, da Casa da Ciência, está com inscrições abertas. Criado em 2005, o projeto é gratuito e aceita jovens a partir da sexta série. O curso acontece uma vez por semana e vai até novembro. O cronograma inclui palestras e grupos temáticos com pesquisadores da USP e o trabalho costuma render murais, peças de teatro e até trabalhos escritos sobre conceitos de biologia. “Quanto mais complexo, mais os alunos gostam. Além disso, o pesquisador também acaba adotado pelos estudantes, porque aprende como superar a dificuldade de linguagem para transmitir as pesquisas para essa faixa etária”, disse Marisa Barbieri, coordenadora da Casa da Ciência. As aulas são bancadas pelo Hemocentro, mas a Casa da Ciência está aberta a parcerias para o transporte e a alimentação dos estudantes. “A Transerp não dá passe estudantil nesse caso porque o Hemocentro não é escola, mas muitos têm dificuldades”, disse Marisa. (DC)