Notícia

Comunica UFU - Universidade Federal de Uberlândia

UFU realiza seminário on-line 'Educação em tempos de Pandemia, apoiada por tecnologias de EaD'

Publicado em 27 abril 2020

Com a impossibilidade da realização de aulas presenciais, em razão das medidas de isolamento social, a utilização de ferramentas de Educação a Distância (EaD) pode permitir a continuidade de parte das atividades de ensino, pesquisa e extensão. Com o objetivo de discutir os limites e as possibilidades do ensino de graduação e de pós-graduação no contexto da EaD, o Programa de Pós-Graduação em Engenharia Biomédica (Ppgeb), da Faculdade de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia (Feelt/UFU), realiza nesta quinta-feira, 30 de abril, de 14h às 16h, o seminário on-line ao vivo (webinar) “Educação em tempos de Pandemia, apoiada por tecnologias de EaD”.

O encontro reúne pesquisadores de diversas instituições com experiência e pesquisas em temas relacionados à EaD, sendo aberto a toda comunidade acadêmica, com possibilidade de interação pela audiência, via chat. Segundo o coordenador do Ppgeb e um dos organizadores da webinar, Adriano de Oliveira Andrade, além dos aspectos ligados à política educacional, conhecer e saber utilizar adequadamente as tecnologias nos processos de ensino-aprendizagem é fundamental na EaD. “Temos um arsenal de tecnologias a nossa disposição e, mesmo assim, nos vemos de mãos atadas. Para usar efetivamente a EaD, do ponto de vista do ensino, as pessoas precisam estar treinadas, preparadas. A webinar chama atenção para essa necessidade de treinamento, de se conhecer as ferramentas e o mais importante, saber usá-las de forma adequada. Esse é o grande desafio”, afirma.

O atual cenário de pandemia mundial, segundo a convidada Lúcia Giraffa, líder do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Educação Digital da PUC-RS, contribuiu para ampliar as discussões sobre a EaD. “Vivemos um momento de emergência que nos levou a adotar algumas práticas e estratégias associadas à educação on-line. A maioria está fazendo adaptações e usando de muita criatividade para superar este desafio. Alunos, família, gestores e a maioria dos docentes construindo soluções com recursos disponíveis e sem preparo prévio. Condições pessoais de infraestrutura e de internet são condicionantes para os resultados, além do preparo de docentes no que tange aos aspectos pedagógicos”, ressalta a pesquisadora.

Durante a webinar, destaca um dos colaboradores, Alexandre Cardoso, da Feelt/UFU, serão discutidos e apresentados “quesitos como oportunidades e desafios das tecnologias de EaD, casos de aplicação, retenção, motivação e avaliação dos estudantes – com uso de indicadores –, e a perspectiva de formação dos docentes que tiveram que aprender a usar essas tecnologias”.

O seminário acontece em sala do Google Meets. Para participar, basta acessar o endereço https://meet.google.com/eib-bmtu-zoj. Haverá emissão de certificado pelo sistema Siex, da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proexc/UFU).

Convidados

Lúcia Giraffa

Pós-Doutorado na Universidade do Texas (Austin) no College of Education, Bolsista CAPES. Associada da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e da Associação Nacional de pesquisadores em Educação (ANPED). Líder do ARGOS - Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Tecnologias Digitais e Educação a Distância da PUC-RS.

Ismar Frango

Doutor Realidade Virtual Distribuída aplicada à Educação pela USP, Professor da Universidade Presbiteriana Mackenzie e da Universidade Cruzeiro do Sul, onde coordena o Bacharelado em Ciência da Computação e atua nos Programas de Mestrado (Profissional e Acadêmico), e Doutorado em Ensino de Ciências e Matemática. Foi presidente da Comissão Especial de Informática na Educação (CEIE) da SBC de 2012 a 2014. É membro da comunidade LACLO e da Asociación LATIn.

Romero Tori

Professor da Escola Politécnica da USP, desenvolve pesquisas de realidade virtual e aumentada aplicadas à educação e à saúde. Autor do livro "Educação Sem Distância" (Editora Senac, 2010) e criador e curador do blog "Educação sem Distância". Coordenou, de 2007 a 2010, projeto de pesquisa financiado pela FAPESP dentro do programa Aprendizagem Eletrônica na Internet Avançada (TIDIA-Ae). Participou do projeto e-Mundus sobre conteúdos educacionais abertos, com a Comunidade Europeia. Coordena o desenvolvimento do ambiente VIDA Enfermagem (simulador em realidade virtual para treinamento de coleta sanguínea) em parceria com Escola de Enfermagem da USP Ribeirão Preto.

Alexandre Cardoso

Doutor em Engenharia de Sistemas Digitais pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. É professor Titular da Universidade Federal de Uberlândia. Foi Coordenador do Programa de Pós Graduação em Engenharia Elétrica (2008 a 2013 e 2017-2018) e coordenador do Curso de Graduação em Engenharia Elétrica (1995-1997). Atua principalmente nos temas: Realidade Virtual, Realidade Aumentada, Educação, Ambientes Virtuais, Interfaces Humano Computador e Visualização da Informação. Atuou como Coordenador da Comissão Especial de Realidade Virtual - CERV, da Sociedade Brasileira de Computação (SBC), da qual é membro desde sua criação.

Moderador

Adriano de Oliveira Andrade: Doutor em Engenharia Biomédica pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e pela Universidade de Reading (Reino Unido) e pós-doutor pelo Instituto de Engenharia Biomédica da Universidade de New Brunswick (Canadá). Professor da Faculdade de Engenharia Elétrica da UFU e Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia. Seus temas de pesquisa incluem principalmente Processamento e Modelagem de Sinais Biomédicos, Tecnologia Assistiva, Engenharia de Reabilitação, Neuroengenharia e Doença de Parkinson.

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
Uberlândia Hoje