Notícia

Celulose Online

UFSCar digitaliza acervo de jornais raros do século XIX

Publicado em 03 março 2018

O acervo de jornais raros de São Carlos e região estão na Unidade Especial de Informação e Memória.

A Unidade Especial de Informação e Memória (UEIM) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está digitalizando um acervo de jornais raros de São Carlos e região publicados no século XIX.

Isso para facilitar o acesso de pesquisadores e outras pessoas interessadas a esse material, que já é muito consultado.

“São várias as pesquisas realizadas, por exemplo sobre a utilização das propagandas e das fotografias na época, além de temas específicos, como, por exemplo, a escravidão. Para facilitar esse acesso e, também, preservar o material, a digitalização sempre foi um sonho”, conta Ricardo Biscalchin.

Ele que é bibliotecário da UEIM que está responsável pelo processo, realizado também pelo estagiário Bruno Rafael Caldeira, estudante do curso de Biblioteconomia e Ciência da Informação da UFSCar.

Acervo de jornais raros

O acervo de jornais antigos foi descoberto em 2010, guardado em um armário vindo do antigo Arquivo Histórico Contemporâneo da UFSCar, que, como a UEIM, era vinculado ao Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH) da Universidade e deu origem à Unidade em 1997.

Há exemplares dos jornais A Cidade, Cidade de São Carlos, Correio de São Carlos, A Opinião, São Carlos do Pinhal e Ordem e Progresso, dentre outros.

O exemplar mais antigo é da Tribuna de São Carlos, de 1877, e o acervo conta também com o raríssimo periódico socialista intitulado O Lutador.

No material, há várias curiosidades, como os anúncios de contratação de “orchestra para festas, theatros, concertos, soirées, etc.” e de venda de um “carro de praça […] bem conservado, com uma parelha de cavallos baios, por preço commodo”; a crítica da apresentação da “Companhia Dramatica dos Pygmeus”, formada por artistas com nanismo; piadas e charges, dentre outras.

A digitalização…

Biscalchin conta como a digitalização se tornou possível no final do ano passado, com a doação à Unidade de um scanner de grande formato.

O equipamento foi adquirido com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) para realização da pesquisa de doutorado de Carla Cristina Wrbieta Ferezin, sob orientação de João Roberto Martins Filho, ex-Coordenador da UEIM.

Após o término da pesquisa, realizada no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política (PPGPol) da UFSCar, Ferezin e Martins Filho fizeram a doação.

“Nós agora estamos realizando a higienização, a digitalização e a indexação do material. Embora muitos exemplares estejam em ótimo estado considerando sua idade, outros têm fragmentos que precisam ser remontados, o que deixa o processo mais moroso. Depois, o próximo passo é a decisão sobre o formato de disponibilização, em repositório ou estrutura semelhante”, explica Biscalchin.

Até lá, quem se interessar pode entrar em contato com a UEIM pelo telefone (16) 3351-9609 ou pelo e-mail.

Mais informações estão também no site da Unidade.

Da redação