Notícia

Diário de Natal

UFRN participa da descoberta do novo planeta

Publicado em 08 maio 2007

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte tem participação na descoberta do novo planeta, feita pelo Satélite CoRoT. O novo astro foi identificado como CoRoT Exo — 1b.
Junto à Universidade de São Paulo, a UFRN integra a Missão Espacial do CoroT, satélite franco-europeu-brasileiro do qual o Brasil participa como parceiro integral para o primeiro experimento espacial astronômico, que tem dois objetivos: estudar em detalhes a estrutura das estrelas e descobrir planetas parecidos com a Terra. O Satélite CoRoT foi lançado em 27 de dezembro de 2006.
Atualmente, a USP e a UFRN trabalham na elaboração de softwares de tratamento temporal de dados. A participação brasileira na missão se concentrou na elaboração de software, em trabalho científico e na disponibilidade da estação de Alcântara (MA) para recebimento de dados do satélite.
O financiamento foi feito pelo INPE, pela Agência Espacial Brasileira e pelas principais agências brasileiras de apoio à pesquisa, como CAPES, CNPq, FAPESP, FAPERN, FAPEMIG e FAPERJ. Os principais centros brasileiros de pesquisa astronômica utilizarão os dados do satélite em suas pesquisas, entre eles UFRN, USP, UFMG, UFRJ, UFSC, UFRGS, MACKENZIE, OBSERVATÓRIO NACIONAL, INPE E LNA.