Notícia

Quimiweb

Três estudos da UFSCar estão entre os mais baixados de 2020 no Journal of Non-Crystalline Solids

Publicado em 01 julho 2021

Agência FAPESP – Três estudos conduzidos no âmbito do Centro de Ensino, Pesquisa e Inovação em Vidros (CeRTEV) estão entre os mais baixados em 2020 no Journal of Non-Crystalline Solids, periódico da editora Elsevier tradicional nas áreas de física, química e ciência de materiais vítreos e amorfos.

O artigo “Updated definition of glass-ceramics”, de 2018, figura como o mais baixado em 2020. Dentre os seus autores está Edgar Dutra Zanotto, coordenador do CeRTEV, um Centro de Pesquisa, Inovação e Difusão (CEPID) da FAPESP sediado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). O estudo também figura como o segundo mais citado no ano passado.

Já o artigo “The glassy state of matter: Its definition and ultimate fate”, publicado em 2017 e que também tem Zanotto como um dos autores, é o segundo mais baixado desde a criação do periódico e também está entre os dez mais de 2020.

Enquanto essas duas publicações inserem-se em uma perspectiva teórica, de definições sobre a própria natureza de materiais vítreos e vitrocerâmicos, o terceiro artigo do CeRTEV em destaque trata de uma inovação tecnológica, o Biosilicato, uma vitrocerâmica bioativa. Intitulado “Biosilicate® - a multipurpose, highly bioactive glass-ceramic. In vitro, in vivo and clinical trials”, o artigo tem entre os autores, além de Zanotto, outros quatro pesquisadores do CeRTEV: Murilo Camuri Crovace, Oscar Peitl, Marina Trevelin Souza e Clever Ricardo.

Fonte: Agência FAPESP