Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Três candidatos se inscrevem para a sucessão de Tadeu Jorge na Unicamp

Publicado em 06 fevereiro 2009

A Unicamp tem três candidatos à sucessão do reitor José Tadeu Jorge, cujo mandato se encerra em 19 de abril próximo.

Na quinta-feira inscreveu-se o médico Fernando Ferreira Costa, atual vice-reitor e coordenador geral da Universidade. Na tarde desta sexta-feira, apresentaram suas candidaturas o engenheiro de eletrônica Edson Moschim, da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação, e a bióloga e engenheira de alimentos Gláucia Maria Pastore, atual diretora da Faculdade de Engenharia de Alimentos.

O primeiro turno da consulta à comunidade está previsto para os dias 11 e 12 de março, e o segundo turno para 25 e 26 de março. O próximo reitor, que é o décimo na linha sucessória de Zeferino Vaz, administrará a Unicamp de 20 de abril de 2009 a 19 de abril de 2013.

 

Conheça o perfil dos candidatos (em ordem alfabética).

EDSON MOSCHIM é professor titular da Faculdade de Engenharia Elétrica e de Computação (FEEC), ligado ao Departamento de Semicondutores, Instrumentos e Fotônica. Graduou-se em engenharia elétrica na Universidade Santa Cecília (Unisanta), realizou mestrado na FEEC da Unicamp e doutorou-se em optoeletrônica na Université Paris-Sud, na França. Antes de iniciar sua carreira docente na Unicamp, atuou na Petrobrás nos anos de 1974 e 1975 e foi pesquisador da Fundação Tropical de Pesquisas André Tosello de 1982 a 1985. Suas pesquisas se concentram nas áreas de tecnologia fotônica e sistemas de transmissão por fibras ópticas, com desenvolvimento experimental em redes fotônicas de comunicação.

 

FERNANDO FERREIRA COSTA é vice-reitor e coordenador geral da Universidade. Graduou-se pela Faculdade de Medicina da USP em Ribeirão Preto (1974), onde fez residência médica, mestrado (1979), doutorado (1981), livre-docência (1986) e atuou como docente de 1985 a 1989. Entre 1987 e 1989 cumpriu estágio de pós-doutoramento na Yale School of Medicine, Yale University, EUA. Em 1990 ingressou na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, no Departamento de Clínica Médica da FCM, onde em 1996 foi aprovado em concurso público como professor titular em Hematologia e Hemoterapia. Foi diretor da FCM no período de 1994-1998, pró-reitor de Pesquisa no período de 2002-2005 e desde 2005 é coordenador geral da Universidade. Tem 216 trabalhos publicados em periódicos de circulação internacional, orientou 22 teses de doutorado e 18 dissertações de mestrado. Recebeu vários prêmios entre os quais se destacam o Prêmio de Mérito Científico e Tecnológico do Governo do Estado de São Paulo (2000), Prêmio Scopus (2006) e Comenda da Ordem Nacional do Mérito Cientifico da Presidência da República – Classe Comendador (2008). É membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC) desde 2001 e Pesquisador nível 1-A do CNPq, desde 1990.

 

GLÁUCIA MARIA PASTORE, bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq nível 1A, graduou-se em ciências biológicas (1976) e concluiu doutorado em ciências de alimentos pela Unicamp em 1992. Fez pós-doutoramento em Food Sciences na Ohio State University, EUA, em 1993. É professor titular (MS-6) desde 2006. Publicou mais de 100 artigos em periódicos especializados e 152 trabalhos em anais de eventos. Possui 10 capítulos de livros e tem dois livros publicados. Possui duas patentes de produtos e duas de processo tecnológico. Participou de 25 eventos no exterior e 90 no Brasil. Orientou 25 dissertações de mestrado e 20 teses de doutorado, além de ter orientado 35 trabalhos de iniciação científica na área de ciência e tecnologia de alimentos. Recebeu oito prêmios e/ou homenagens. Atualmente coordena dois projetos de pesquisa (Fapesp e CNPq). Atua na área de ciência e tecnologia de alimentos com ênfase em alimentos funcionais. Em suas atividades profissionais interagiu com 154 colaboradores em coautorias de trabalhos científicos. É membro do corpo editorial de revistas científicas na área, tais como Journal of Food Science e Journal of Food Science and Biotechnology. Foi contemplada com o Prêmio Zeferino Vaz em 2001 e condecorada pela Academy of Food Science & Technology em 2008. É membro eleito do conselho da Internacional Union of Food Science and Technology (IUFoST) desde 2005.