Notícia

UNOESTE - Universidade do Oeste Paulista

Trabalhos são apresentados em maior evento de pneumologia

Publicado em 17 agosto 2015

Flávio Danilo Mungo Pissulin e Cristiane Neves Alessi Pissulin, professores de cursos da área da saúde da Unoeste, acabam de regressar do maior evento nacional voltado à atualização científica em pneumologia – é composto por 10º Congresso Brasileiro de Asma, 6º Congressos Brasileiros de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) e Tabagismo e 16º Congresso Paulista de Pneumologia e Tisiologia. De 12 a 15 de agosto, os dois docentes estiveram em Campos do Jordão (SP), onde levaram quatro pesquisas da universidade, sendo três apresentadas oralmente e uma em formato de painel. Contando Cristiane e Danilo, ao todo são 12 autores nos estudos.

Danilo explica que os pesquisadores focaram em pacientes com DPOC por bronquite crônica ou enfisema pulmonar. “A nossa visão é avaliar o portador de DPOC em toda a sua complexidade com objetivo de tratar esses pacientes de uma maneira mais abrangente, evitando a dicotomização de alguns aspectos relevantes dessa doença, que muitas vezes podem deixar de ser tratados”. O fisioterapeuta aproveita para falar que é muito importante a Unoeste estar presente em eventos como este de Campos do Jordão, pois “havia convidados internacionais, que são referências no mundo na área de tratamento de DPOC e também da Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS)”, algo que engrandece muito o conhecimento na temática, o qual os professores repassam aos alunos quando voltam.

Todos os trabalhos têm parceria com a Unesp e três recebem aporte financeiro da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), incluindo bolsa para a estudante Maiara Almeida Aldá, do 6º termo de Fisioterapia da Unoeste. Os títulos das pesquisas são os seguintes: “Avaliação da Qualidade de Vida e Capacidade Funcional em Portadores de DPOC Obesos Associada à SAOS”; “Relação entre o Teste de Caminhada de Seis Minutos e os Diferentes Impactos Clínicos Propostos pelo COPD Assement Test em Portadores de DPOC Obesos”; “Verificação da Presença de Células Inflamatórias e Cândida em Portadores de DPOC Obesos Associada à SAOS”; e “A Incidência da SAOS foi Maior na População de Portadores de DPOC com Obesidade”.