Notícia

O Diário do Vale

Trabalho de aluna da Unesp Assis é destaque em evento nacional

Publicado em 04 dezembro 2019

Projeto na área de Psicologia envolve retorno de servidores ao trabalho após licença.

Um projeto de iniciação científica desenvolvido por uma aluna da Faculdade de Ciências e Letras (FCL) da Unesp em Assis recebeu menção honrosa no 9º prêmio Baldur Oscar Schubert de Gestão ao Absenteísmo e Reabilitação Profissional. A estudante Flávia Rocha Santos foi orientada pela professora Maria Luiza Gava Schmidt e seu projeto aborda a readaptação dos profissionais do setor público municipal ao trabalho após o adoecimento.

Segundo a docente, o trabalho intitulado ‘A Vivência do Processo de Readaptação Profissional de Trabalhadores no Serviço Público Municipal: Dificuldades e Perspectivas’, possui uma temática relevante e cumprirá um papel norteador para gerenciar possíveis falhas nas etapas do processo de retorno ao trabalho em trabalhadores municipais, principalmente no mapeamento de aspectos relativos às múltiplas fases deste processo.

A orientadora destaca ainda que, neste sentido, o projeto pode contribuir para assegurar o retorno ao trabalho sustentável (Sustainabe Retorn to Work) como descrito por Young et al., (2016) e também contribuir para a eficácia da implantação das Diretrizes da ISSA (International Social Security Association): Retorno ao Trabalho e Reintegração, publicadas em 2013 (MCANANEY & WYNNE, 2017).

O projeto de iniciação científica de Flávia teve apoio da Fundação de Apoio à Pesquisa no Estado de São Paulo (Fapesp) e recebeu o prêmio no último dia 24, durante evento nacional organizado pelo Centro Brasileiro de Saúde e Segurança Industrial, realizado na cidade de Campinas.

Na descrição do projeto de pesquisa, Flávia argumenta que a readaptação ao trabalho é um processo complexo que advém desse adoecimento e afastamento do trabalhador, mobilizando sofrimento, angústias e podendo fazer piorar o estado de saúde dos indivíduos. Somado a isso, existem as peculiaridades vividas pelos servidores públicos brasileiros, como a visão social ruim a seu respeito, pautada no senso comum de que são pessoas preguiçosas e encostadas no Estado.

No evento, o trabalho foi apresentado pela professora e por sua orientanda dentro da modalidade Painel: Readaptação no Serviço Público, e recebeu a colaboração do prefeito do município de Maracaí e presidente do Consórcio Intermunicipal do Vale Paranapanema (Civap), Eduardo Corrêa Sotana.

O painel também teve a participação de Magadar Rosália Costa Briguet, especialista em Direito do Estado, procuradora do Município de São Paulo aposentada, assessora Jurídica do Tribunal de Contas do Município. A ex-procuradora apresentou a palestra ‘A Readaptação do Servidor Público sob a Perspectiva da Reforma da Previdência – Impacto na Gestão dos Recursos Humanos da Administração Pública e dos Regimes Próprios de Previdência’.