Notícia

Bem Paraná online

Tiranossauro em miniatura

Publicado em 21 setembro 2009

Agência Fapesp

Chamar de pequeno um animal com três metros de altura pode parecer um disparate, mas é exatamente o caso de uma espécie que acaba de ser descrita. O motivo é que o Raptorex kriegsteini, como foi denominado, é um tiranossaurídeo, antepassado do famoso Tyrannosaurus rex.

Além de quatro vezes mais alto, o T. rex atingiu massa quase 100 vezes maior do que a de seu antecessor. Mas, tamanho à parte, o Raptorex kriegsteini tinha muitas das principais características do tiranossauro mais conhecido, como cabeça desproporcional ao corpo, pernas musculosas, braços pequenos e mandíbulas poderosas.

O Raptorex kriegsteini era um predador, ainda que em escala reduzida. Viveu há cerca de 125 milhões de anos, de acordo com registros fósseis encontrados na Mongólia, dezenas de milhões de anos antes do que o T. rex. A descoberta foi publicada nesta quinta-feira (17/9) no site Science Express, da revista Science.

O estudo indica que as características físicas específicas dos dinossauros não evoluíram à medida que o predador pré-histórico cresceu, mas que estiveram presentes - atuando na eficiência alimentar - em todos os tamanhos desses animais durante seu reinado no período Cretáceo.

Quando Paul Sereno, da Universidade de Chicago, e colegas encontraram o fóssil julgaram se tratar de um tiranossauro jovem. Mas o exame detalhado do crânio, dentes, pernas e ossos mostraram que se tratava de um exemplar adulto, que viveu até cinco ou seis anos de idade.

Ao comparar os ossos com os dos tiranossauros que viveram posteriormente, os pesquisadores não observaram diferenças estruturais significativas. A estrutura do R. kriegsteini, de acordo com eles, simplesmente "escalonou", com pequenas modificações, para a de seus descendentes gigantescos.

O artigo Tyrannosaurid skeletal design first evolved at small body size, de Paul Sereno e outros, pode ser lido por assinantes da Science em www.sciencemag.org.