Notícia

O Povo online

Temperatura

Publicado em 13 agosto 2011

Análise dos dados dos últimos 60 anos da ocorrência de tempestades nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas mostra que as tempestades serão mais frequentes. Segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat) do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o motivo é o aumento da temperatura superficial das águas do oceano Atlântico no hemisfério Sul em decorrência do aquecimento global.

No período, o Atlântico teve um aquecimento médio da ordem de 0,6 grau, simultaneamente ao aquecimento global do planeta da ordem de 0,8 grau. Conforme o Elat, esse aumento de temperatura deve se intensificar a cada década, fazendo com que com o aumento de tempestades se acentue e leve à ocorrência mais frequente de catástrofes climáticas associadas a tempestades com altas taxas de precipitação, granizo e raios, vendavais e tornados.

Os resultados foram mostrados na 14ª Conferência Internacional de Eletricidade Atmosférica, no Rio de Janeiro. (Agência Fapesp)