Notícia

O Estado do Paraná

Temperatura mais alta do século

Publicado em 29 janeiro 2006

São Paulo - Agência FAPESP
2005 foi o ano mais quente do século. Além disso, os três anos anteriores estão na lista dos cinco com temperatura média global mais elevada no período. A única exceção é 1998, quando o calor aumentou anormalmente por influência do El Niño. Estudo feito por cientistas na Nasa, a agência espacial norte-americana, que acaba de ser divulgado, indica como 2005 ainda mais quente do que 1998, até agora em primeiro lugar. Completam os cinco primeiros, pela ordem de maior temperatura, 2002, 2003 e 2004.
As medidas das temperaturas superficiais foram feitas por climatologistas da agência baseados no Instituto Goddard de Estudos Espaciais, em Nova York. Os pesquisadores usaram dados de estações em terra e no mar, além de informações obtidas por meio de instrumentos a bordo de navios e de satélites.
Outro estudo divulgado recentemente por um grupo diferente havia considerado 2005 como o segundo ano mais quente do século, depois de 1998. Segundo a Nasa, a diferença do novo levantamento é a inclusão do Ártico, onde ocorreu no ano passado um período de temperatura mais alta que o normal.
Para os cientistas na Nasa, o mais preocupante é que a temperatura do planeta, graças ao aquecimento global, atingiu o mesmo patamar de momentos incomuns, sem precisar da ajuda de um fenômeno climático como o El Niño.
O aquecimento total nos últimos 100 anos é de 0,8ºC. Desse total, 0,6°C resulta das últimas três décadas.
"Os sinais são evidentes. Os cinco anos mais quentes no século ocorreram na última década", disse James Hansen, diretor do Instituto Goddard de Estudos Espaciais, em comunicado da unidade da Nasa.