Notícia

Central das Notícias

Tecnologia militar pode detectar casos suspeitos de covid

Publicado em 31 maio 2020

Um programa apoiado pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) estuda aplicar uma tecnologia militar para o combate ao coronavírus. A ideia é usar um monóculo portátil com visor térmico para identificar pessoas com febre em locais com grande circulação.

O equipamento é comercializado pela empresa Opto Space & Defense, que desenvolve câmeras de alta resolução para satélites ou sistemas de imageamento multiespectral. Com a proposta, a empresa busca adaptar seu produto para uso em escolas, empresas, academias e shoppings.

O sistema de medição de febre – um dos principais sintomas de covid-19 – será composto de uma câmera termal, capaz de fazer a medição de temperatura corporal de pessoas até 12 metros de distância. O sensor identifica um indivíduo em estado febril e notifica o operador do aparelho para abordagem.

“Dependendo das necessidades dos clientes, a identificação do estado febril dos frequentadores de um determinado local poderá ser atrelada a algum mecanismo de segurança, como o travamento da catraca de acesso”, afirma Raphael Moreno, pesquisador responsável.