Notícia

Jornal Primeira Página

Supercomputador será um dos mais poderosos

Publicado em 29 dezembro 2010

Com investimento de R$ 50 milhões, a partir de janeiro o Brasil estará no topo das pesquisas em ciências climáticas. O supercomputador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), batizado de Tupã, será capaz de realizar 258 trilhões de cálculos por segundo e estará entre os mais poderosos do mundo para previsão de tempo e estudos em mudanças climáticas. Será também o único do Hemisfério Sul.

Instalado em Cachoeira Paulista, a 206 quilômetros de São Paulo, Tupã atenderá a grupos de pesquisa, instituições e universidades da Rede Brasileira de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas (Rede Clima) do Ministério da Ciência e Tecnologia. O equipamento foi adquirido com recursos da pasta e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp). O investimento permitirá ao Inpe ampliar mais de 50 vezes a capacidade de processamento.