Notícia

Ambientebrasil

Supercomputador climático será ligado em agosto

Publicado em 31 julho 2007

O supercomputador comprado pelo Inpe - Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais no final de 2006 começa a operar no Cptec - Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos de São Paulo em agosto. A máquina, um sistema de computadores interligados, custou 2,4 milhões de dólares e integra a lista dos 500 máquinas mais poderosas do mundo.

Segundo informações da Agência Fapesp, a nova máquina, comprada da japonesa NEC Corporation, ocupa a 416ª posição na colocação geral da lista Top 500. Já na classificação de equipamentos usados no campo de pesquisas de tempo e clima, o sistema instalado em Cachoeira Paulista (SP) aparece na 12ª colocação.

O novo sistema computacional do Cptec/Inpe foi adquirido com recursos do Protim - Projeto de Tecnologia da Informação para Meteorologia, do governo federal.

"A aquisição deverá trazer ganhos de experiência em sistemas computacionais em ambiente massivamente paralelo", disse José Paulo Bonatti, pesquisador e chefe da DMD - Divisão de Modelagem e Desenvolvimento, do CPTEC, responsável pelo projeto do "cluster".

A tecnologia de clusters computacionais, que dispõe de centenas ou milhares de processadores atuando em conjunto, é a mais nova tendência da arquitetura computacional de alta performance.

A performance do novo sistema é de 4,5 teraflops (trilhões de cálculos por segundo). Para as previsões meteorológicas diárias, o Cptec/Inpe utiliza, atualmente, o supercomputador NEC SX-6, que tem velocidade de pico de 0,76 teraflop.