Notícia

Folha Universal

Supercomputador brasileiro na lista dos Top 500 do mundo

Publicado em 27 setembro 2007

A Universidade de São Paulo (USP) inaugurou, recentemente, o supercomputador IBM PowerPC 970, o primeiro de uma universidade brasileira a entrar no Top 500 — ranking dos computadores mais potentes do mundo.

O supercomputador conta com 448 processadores, que operam em conjunto, possibilitando um desempenho de 2,9 trilhões de operações por segundo (teraflops). No Brasil, somente três outras máquinas (da Petrobras) estão no ranking das Top 500. Elas ocupam as posições 273, 275 e 418. O da USP ficou em 363º lugar.

Em entrevista à Agência FAPESP, o professor do Departamento de Física e Informática do Instituto de Física de São Carlos (USP), Luiz Nunes de Oliveira, afirmou que o equipamento representará um grande passo para a pesquisa acadêmica nacional. Acrescentou também que "há pesquisadores cujos projetos estão há dez anos engavetados por falta de um equipamento como esse, mas que agora terão a chance de executá-los".

Coordenador da equipe que solicitou o supercomputador, Nunes de Oliveira explicou que a utilização do equipamento será gerenciada por quatro representantes do grupo e enfatizou que o usuário não precisa ter vínculo com a USP.

— Quem tiver necessidade, submeterá um projeto a ser avaliado pela comissão. Vamos considerar o potencial da pesquisa e suas necessidades de tempo para ceder o equipamento — disse o professor da USP.

Avaliado em US$ 650 mil, o sistema foi adquirido com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) por meio do Programa Equipamentos Multiusuários e instalado no Centro de Computação Eletrônica da USP, a partir de um projeto elaborado por um consórcio formado por 66 grupos de pesquisa da universidade.