Notícia

BOL

Supercâmera com participação brasileira investigará energia escura

Publicado em 03 setembro 2010

Astrônomos brasileiros estão construindo a maior câmera do mundo para investigar sinais deixados por ondas sonoras produzidas logo após o Big Bang, o evento inicial do Universo, há 13,7 bilhões de anos atrás.

Nessas ondas podem estar algumas das respostas sobre o enigma da energia escura, uma estranha força antigravitacional que está provocando a aceleração da expansão do Universo.

O projeto J-PAS (sigla para Pesquisa da Física do Universo em Aceleração de Javalambre) é uma parceria com a Espanha e envolve diversas instituições nacionais. O custo do equipamento a ser fornecido pelo Brasil é de cerca de US$ 5 milhões, pagos com financiamentos de Finep, Fapesp e Faperj.