Notícia

UNICAMP - Universidade Estadual de Campinas

Sucessão de Tadeu tem dois candidatos

Publicado em 02 março 2009

O médico Fernando Ferreira Costa, atual vice-reitor e coordenador-geral da Universidade, e a bióloga e engenheira de alimentos Gláucia Maria Pastore, atual diretora da Faculdade de Engenharia de Alimentos, são os candidatos à sucessão do reitor José Tadeu Jorge. A consulta à comunidade universitária está prevista para os dias 11 e 12 de março. O próximo reitor, que é o décimo na linha sucessória de Zeferino Vaz, administrará a Unicamp de 20 de abril de 2009 a 19 de abril de 2013.

Perfis

Fernando Ferreira Costa é coordenador geral da Universidade. Graduou-se pela Faculdade de Medicina da USP em Ribeirão Preto (1974), onde fez residência médica, mestrado (1979), doutorado (1981), livre-docência (1986) e atuou como docente de 1985 a 1989. Entre 1987 e 1989 cumpriu estágio de pós-doutoramento na Yale School of Medicine, Yale University, EUA. Em 1990 ingressou na Faculdade de Ciências Médicas da Unicamp, no Departamento de Clínica Médica da FCM, onde em 1996 foi aprovado em concurso público como professor titular em Hematologia e Hemoterapia. Foi diretor da FCM no período de 1994-1998, pró-reitor de Pesquisa no período de 2002-2005 e desde 2005 é coordenador geral da Universidade. Tem 216 trabalhos publicados em periódicos de circulação internacional, orientou 22 teses de doutorado e 18 dissertações de mestrado. Recebeu vários prêmios, entre os quais se destacam o Prêmio de Mérito Científico e Tecnológico do Governo do Estado de São Paulo (2000), Prêmio Scopus (2006) e Comenda da Ordem Nacional do Mérito Cientifico da Presidência da República – Classe Comendador (2008). É membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC) desde 2001 e Pesquisador nível 1-A do CNPq, desde 1990.

Gláucia Maria Pastore, bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq nível 1-A, graduou-se em ciências biológicas (1976) e concluiu doutorado em ciências de alimentos pela Unicamp em 1992. Fez pós-doutoramento em Food Sciences na Ohio State University, EUA, em 1993. É professor titular (MS-6) desde 2006. Publicou mais de 100 artigos em periódicos especializados e 152 trabalhos em anais de eventos. Possui 10 capítulos de livros e tem dois livros publicados. Possui duas patentes de produtos e duas de processo tecnológico. Participou de 25 eventos no exterior e 90 no Brasil. Orientou 25 dissertações de mestrado e 20 teses de doutorado, além de ter orientado 35 trabalhos de iniciação científica na área de ciência e tecnologia de alimentos. Recebeu oito prêmios e/ou homenagens. Atualmente coordena dois projetos de pesquisa (Fapesp e CNPq). Atua na área de ciência e tecnologia de alimentos com ênfase em alimentos funcionais. Em suas atividades profissionais interagiu com 154 colaboradores em coautorias de trabalhos científicos. É membro do corpo editorial de revistas científicas na área, tais como Journal of Food Science e Journal of Food Science and Biotechnology. Foi contemplada com o Prêmio Zeferino Vaz em 2001 e condecorada pela Academy of Food Science & Technology em 2008. É membro eleito do conselho da Internacional Union of Food Science and Technology (IUFoST) desde 2005.

SERVIÇO

A consulta à comunidade para sucessão do reitor acontecerá nos dias 11 e 12 de março próximo com a disputa entre dois candidatos: Fernando Ferreira Costa e Gláucia Maria Pastore. Sendo assim, não haverá segundo turno.

Urnas: serão 23 urnas distribuídas em 4 locais de votação: 11 no Ginásio Multidisciplinar, 6 no Anfiteatro “Paulistão”, 3 na FOP e outras 3 no Cotil.

Resultado: O resultado oficial da consulta à comunidade será encaminhado ao Conselho Universitário, órgão de deliberação superior da Universidade, que por sua vez organizará, mediante votação, a lista tríplice a ser encaminhada ao governador do Estado.

Quem vota: Docentes - Votam os docentes das carreiras MS, MTS, MST, DEER, DEL e MA, vinculados até o dia 20/02/09. Não votam os aposentados, os professores e pesquisadores colaboradores e os admitidos em caráter emergencial; Servidores: Votam os servidores com vínculo empregatício regular com a Unicamp até o dia 20/02/09, inclusive os pertencentes à Carreira PQ; Não votam servidores aposentados, contratados por convênios, admitidos em caráter emergencial, estagiários, patrulheiros e bolsistas; Alunos: votam todos os alunos de graduação, pós-graduação (lato e stricto sensu) e residentes matriculados até o dia 20/02/09.

Não votam os alunos dos colégios técnicos ou ex-alunos da Universidade.

Locais e horários de votação: Anfiteatro “Paulistão”; Uma urna para docentes, 4 urnas para servidores e uma urna para alunos.

Das 9 às 20:30 horas (No dia 11, apenas para servidores, a votação se iniciará às 6 horas da manhã.

Votam no “Paulistão”): Docentes da FCM, incluindo os da carreira DEER; Servidores da FCM, Cepre, Cecom, Gastrocentro, Hemocentro, HC, Caism, CEB, Prodecad, e Creche do HC; Alunos dos cursos de Medicina, Enfermagem, Fonoaudiologia, pós-graduação FCM e médicos residentes; Ginásio Multidisciplinar 2 urnas para docentes, 4 urnas para servidores e 5 urnas para alunos. Das 9 às 20:30 horas.

Votam no Ginásio: Docentes do Cotuca e das Faculdades e Institutos (exceto FCM, FOP e FCA), inclusive das carreiras DEL e MA; Servidores das Faculdades e Institutos (exceto FCM, FOP e FCA), de toda a Administração Central, Centros e Núcleos (inclusive CPQBA e exceto CEB), Cotuca e Escritório de São Paulo, além dos pertencentes à carreira PQ.

Alunos das Faculdades e Institutos (exceto FCM, FOP e FCA).

Piracicaba

Faculdade de Odontologia de Piracicaba

Uma urna para cada categoria (docente, servidor e aluno). Das 9 às 17 horas.

Votam na FOP:

Servidores, alunos e docentes da FOP, inclusive integrantes de carreiras especiais.

Limeira – Cotil

Uma urna para cada categoria (docente, servidor e aluno). Das 10 às 20:30 horas.

Votam no Cotil:

Docentes e servidores do Cotil, Ceset e FCA e servidores da Planta Física.

Alunos do Ceset e FCA.

Alunos do Cotil não integram o colégio eleitoral da Consulta.

Documentos de identificação

Todos os votantes deverão ter em mãos um dos seguintes documentos:

Docentes e servidores: carteira de identidade funcional ou documento de identidade com foto.

Alunos: carteira estudantil ou documento de identidade com foto.

Apuração dos votos

Os votos serão apurados no Ginásio Multidisciplinar, no dia 12/03, logo após o encerramento da votação.

A apuração será feita por categoria, pelo conjunto das respectivas urnas, não havendo, portanto, identificação de resultados por urna.

No Ginásio Multidisciplinar será instalado um telão para divulgação dos resultados.

Conforme estabelece a deliberação CONSU-A-22/04, a ponderação dos votos de cada categoria será de 3/5 para os votos da categoria docente, 1/5 para os votos da categoria dos servidores técnicos e administrativos e 1/5 para os votos da categoria discente.

O Colégio Eleitoral será composto do número de integrantes da respectiva listagem básica, acrescido do número de integrantes da listagem complementar correspondente, que tenham votado.

Fique atento

Vote em apenas 1 candidato.

Não é permitido o voto por procuração.

Não será permitida a entrada nos locais de votação de material de propaganda dos candidatos, para fixação ou distribuição.

Não será permitida boca de urna, dentro da área delimitada pela COC.

Docentes que também são alunos votam como docentes.

Servidores que também são alunos votam como servidores.

Alunos de residência médica votam como alunos.

Orientações gerais para os dias da consulta

Visando o andamento regular dos trabalhos durante a votação, a Comissão Organizadora da Consulta expede as seguintes orientações:

Nos dias determinados para a consulta estão proibidas as seguintes atividades:

Transporte de eleitores em carros oficiais.

Utilização de qualquer aparelhagem de som.

Distribuição de qualquer material de propaganda nas áreas de votação determinadas pela COC.

Uso de material de propaganda (roupas, bottons, adesivos, etc) nos recintos de votação por mesários, apuradores e pessoal de apoio.

Qualquer tipo de orientação a votantes, nos locais de votação, por fiscais de candidatos.

Participação de mesários, apuradores e pessoal de apoio em qualquer ato de propaganda ou convencimento nos locais de votação.

Permanência dos fiscais junto às mesas de votação, urnas, cabinas e mesas apuradoras, além do limite estabelecido pela COC.

Permanência de votantes e candidatos, nos locais de votação, após o voto.

Permanência de fiscais nos locais de votação sem crachá de identificação.

Fonte: Comissão Organizadora da Consulta à Comunidade para a Escolha do Reitor (COC)