Notícia

O Imparcial (Presidente Prudente, SP)

Startup prudentina receberá R$ 1 milhão do Pipe/Fapesp

Publicado em 02 novembro 2021

Por Da Redação

Com a proposta de monitorar macrófitas (plantas aquáticas) existentes em rios e represas e parâmetro de qualidade da água, oferecendo aos gestores relatórios para tomadas de decisões preditivas, a Inspectral, startup residente na Inova Prudente, é mais uma empresa da cidade a receber o recurso da segunda etapa do Programa de Pesquisa Inovativa em Pequena Empresa – PIPE, da Fapesp (ligada à Secretaria de Tecnologia do Estado).

Na primeira etapa, Alisson do Carmo, dono da startup, ressalta, que a pesquisa foi selecionada e recebeu R$ 200 mil reais, que foram investidos no financiamento de bolsas de treinamento técnico para os pesquisadores que fazem parte desse projeto, bem como a aquisição de materiais e equipamentos necessários para a execução da pesquisa.

Já na segunda etapa, o recurso será de R$ 1 milhão de reais, que segundo Alisson, servirá para aumentar o time e comprar os demais equipamentos necessários para a continuação da pesquisa.

“A primeira etapa foi a fase de validação do nosso trabalho, e agora entramos na fase da implementação e da execução. E com esse dinheiro, pretendemos investir em equipamentos que possam potencializar o resultado da nossa pesquisa. Queremos também automatizar o processo e dar agilidade.”

Monitoramento de macrófitas

O projeto de pesquisa do Alisson do Carmo e da Nariane do Carmo, é sobre o monitoramento de macrófitas (plantas aquáticas) e parâmetro de qualidade da água em rios e represas aqui da região. “As macrófitas não são nocivas ao meio ambiente, se forem controladas. Na verdade, essa planta é um bom indicador da vida do ambiente.”

Alisson explica que as macrófitas crescem muito rápido e aí sim, passam a ser um problema. “Imagine um reservatório tomado pelas macrófitas. Elas podem acabar prejudicando quem usa o reservatório, como por exemplo os peixes que vivem por lá”.

Inspectral

A Inspectral, que reside na Fundação Inova - é uma startup de inteligência geoespacial para monitoramento ambiental de recursos hídricos e cultura agrícola. A startup, segundos os fundadores, desenvolve soluções de análise de dados e inteligência geoespacial para o agronegócio, monitoramento ambiental e de sistemas aquáticos por meio de drones e satélites.