Notícia

Unesp

Startup fundada por egressos da Unesp é contemplada pelo programa Fapesp de Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas

Publicado em 12 novembro 2021

Por AUIN - Agência Unesp de Inovação

A Inspectral é uma startup prudentina que atua na área de Inteligência Geoespacial, viabilizando o monitoramento geoespacial de recursos hídricos e de culturas agrícolas. A empresa tem como pilar o desenvolvimento de produtos e serviços baseados na pesquisa científica, e oferece ao mercado a construção de soluções personalizadas integrando as mais modernas tecnologias às mais recentes descobertas científicas, conforme destaca o site da startup.

A Inspectral foi fundada em novembro de 2019 com o apoio do programa de fomento Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP). Nesta ocasião, a startup submeteu um projeto à Fase 1 do PIPE e foi contemplada com R$200 mil em fomento, devido à viabilidade técnico-científica da solução apresentada. Após ter sido bem sucedida na seleção de 2019, em janeiro de 2021 a equipe da Inspectral voltou a submeter seu modelo de negócio ao fomento do PIPE. Desta vez, a submissão foi realizada na Fase 2 do programa, na qual a FAPESP avalia a viabilidade da proposta de produção e atribui fomento com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento de produtos da empresa. Em agosto de 2021, a Fundação divulgou a vitória da Inspectral e a atribuição de R$ 1 milhão em fomento para a startup.

Segundo o CEO Alisson Fernando Coelho do Carmo, co-fundador da Inspectral e egresso da Unesp de Presidente Prudente, o apoio da FAPESP tem sido fundamental para apoiar a fase inicial da startup, e manter o foco na validação da solução e no refinamento da metodologia para desenvolvimento da solução proposta pela empresa. “A transformação do conhecimento científico em negócio foi totalmente apoiada nos projetos PIPE/FAPESP, não apenas pelos recursos financeiros aplicados no projeto, mas também pela rede de colaboradores e mentores que nos acompanham principalmente na modelagem inicial do negócio”, destaca Alisson.

Próximos passos

O fomento à Inspectral entrou em vigor no mês de outubro de 2021 e possui duração prevista de 24 meses. De acordo com Alisson do Carmo, nesta fase inicial o objetivo da startup é o refinamento e automatização de todo o processo metodológico focado em extração de parâmetros de qualidade da água e presença de macrófitas a partir de imagens multiespectrais de drone e satélites. Ainda segundo o CEO, “concomitantemente aos avanços do projetos, estamos realizando Provas de Conceito (POC) junto a potenciais clientes e parceiros no mercado, visando validar também sua aplicação comercial em ambiente real. Embora os campos experimentais representem áreas próximas à região de execução, nosso objetivo é oferecer uma solução que possa ser aplicada a nível mundial, de forma a viabilizar a gestão eficiente dos recursos ambientais”.