Notícia

Diário do Rio Claro

Startup desenvolve teste de diagnóstico de COVID-19 a partir de levedura

Publicado em 16 dezembro 2020

Por ResumoCast

A BIOinFOOD, startup apoiada pelo Programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE) da FAPESP e que surgiu dentro da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), está desenvolvendo um teste diagnóstico rápido para COVID-19 a partir de um pedido de patente feito por alunos do Laboratório de Genômica e Bioenergia da universidade. O teste envolve a montagem de um biossensor na levedura Saccharomyces cerevisiae. A modificação genética introduzida na nova cepa fará com que a glico proteina viral spike, presente na superfície externa do vírus, se ligue ao receptor humano ACE2 expresso na membrana da levedura. “ Quando ocorre a ligação — um sinal de que o virus está presente —, a levedura, que tem normalmente uma coloração bege, emite uma cor verde fluorescente que pode ser identificada facilmente por equipamentos que detectam fluorescência, comumente encontrados nos laboratórios de análises clínicas ”, afirma Gl eidson Silva Teixeira, um dos sócios da BIOnFOOD. De acordo com as expectativas do grupo de pesquisadores, o novo teste, além de rápido, será mais barato que o tradicional porque o preço principalmente do insumo — a levedura — é menor. Outra diferença importante é que provavelmente o teste poderá ser feito a partir de amostras de saliva. O fato de não ser invasivo é mais uma vantagem para esse tipo de diagnóstico.