Notícia

Central das Notícias

SP vai criar rede de pesquisas para prevenção do coronavírus

Publicado em 03 março 2020

Por Mônica Bergamo

O centro de contingência de coronavírus, coordenado pelo médico David Uip e ligado ao governo de SP, lançará nesta terça (3) uma rede de pesquisa clínicas para a prevenção do novo Covid-19.

A ideia é reunir instituições renomadas de saúde para o estabelecimento de protocolos para diagnóstico, assistência e para o desenvolvimento de medicamentos e de uma vacina eficaz contra a doença.

Estão envolvidos na iniciativa os institutos Butantan, Adolfo Luz, Emílio Ribas e de Medicina Tropical, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e Unicamp, Unesp, USP Ribeirão Preto e Faculdade de Medicina de Rio Preto.

As pesquisas desenvolvidas pela rede paulista devem contar com o financiamento de órgãos públicos de fomento, como o Ministério de Ciência e Tecnologia e a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de SP), além de recursos da iniciativa privada.

Uip afirma que o centro de contingência do coronavírus também pretende participar de estudos internacionais –segundo ele, há 80 protocolos em andamento no mundo e São Paulo poderia contribuir pois possui instituições de pesquisa científica "renconhecidas mundialmente".

O centro de continência foi instalado em fevereiro para monitorar e coordenar ações contra a propagação do vírus no estado.