Notícia

Baguete

SP investe R$ 200 mi em fundo para startups

Publicado em 24 agosto 2012

Por Leandro Souza

O Governo de São paulo anunciou nesta sexta, 24, a criação de novos fundos de incentivo para startups. Segundo matéria da Exame.com, o investimento nestes incentivos chega à ordem de R$ 200 milhões.

O programa São Paulo Inova, com linhas de financiamento operadas pela financeira Desenvolve SP, em parceria com o Fundo Estadual de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (Funcet), prevê a constituição de um Fundo de Investimento para empresas de inovação tecnológica.

As três linhas de financiamento atenderão empresas baseadas no Estado de São Paulo que tenham perfil inovador e com foco naquelas instaladas em incubadoras e nos parques tecnológicos.

O enquadramento da operação em determinada linha será realizado com base no projeto apresentado, no valor a ser financiado e na faixa de faturamento da empresa.

As linhas "Funcet" e "Incentivo à Inovação" terão juros subsidiados pelo Governo do Estado, podendo chegar a zero. A primeira estará disponível para startups, micro e pequenas empresas com projetos de inovação, como a criação de um novo produto.

Já a linha "Incentivo à Inovação" financiará projetos de pequenas e médias empresas e o empresário pagará apenas a atualização do IPC-FIPE, desde que esteja adimplente.

"Esse programa vai promover a competitividade das empresas paulistas e incentivar a inovação nas áreas de TI, na área de pesquisas e agrociências, fotônica, entre outras", diz Geraldo Alckmin, governador do estado.

Alem disso, governo paulista prevê a constituição do Fundo "Inovação Paulista", com o objetivo do Fundo é fomentar as empresas de perfil inovador com potencial para geração de novos produtos, agregando valor e beneficiando a economia e a população paulista.

Os investimentos do Fundo irão principalmente para empresas com faturamento anual de até R$ 3,6 milhões, inclusive as em estágio inicial de operação (startups), podendo atender também empresas com faturamento de até R$ 18 milhões.

O Fundo contará com patrimônio de R$ 100 milhões, sendo até R$ 25 milhões da Desenvolve SP, e terá participação do Sebrae-SP, da Fapesp, do FINEP e eventuais investidores.