Notícia

Página Rural

SP: Esalq renova parceria com Universidade de Nebraska-Lincoln

Publicado em 27 junho 2017

A Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (USP/Esalq) renovou a parceria com a Universidade de Nebraska-Lincoln (UNL). Nascida em 2012, a parceria terá mais cinco anos de validade afim de que as duas instituições possam continuar promovendo o intercâmbio entre docentes e estudantes, além de ampliar o escopo das ações de pesquisas realizadas em conjunto.

"A Universidade de Nebraska é um parceiro estratégico, porque tem um perfil de atuação em agricultura parecido com o nosso, além de ter uma contribuição com a comunidade científica ligada à agricultura e disposição em estabelecer novas linhas de estudos com a Esalq", declarou o diretor da Escola, professor Luiz Gustavo Nussio.

Segundo Archie Clutter, diretor de Pesquisa em Agricultura da UNL, a cooperação com a Esalq corresponde ao perfil das instituições. "Temos linhas de pesquisas e interesses em agricultura alinhados com a Esalq. Em uma maior escala, a importância da agricultura nos dois países é similar e por isso é fundamental essa troca de conhecimento, além do desenvolvimento de linhas de pesquisas em conjunto e o intercâmbio entre alunos e docentes".

Um dos docentes que já mantem relacionamento profícuo com a UNL é Marcos Vinicius Folegatti, do Departamento de Engenharia de Biossistemas. "Estamos envolvidos em um grande projeto que estuda as diferenças de produção e o potencial agrícola em várias partes do mundo".

Também do Departamento de Engenharia de Biossistemas, o professor Thiago Romanelli foi selecionado em um edital da Fulbright e seguirá para Nebraska em agosto. "O projeto no qual fui aprovado prevê que eu ministre uma disciplina, além de fomentar o desenvolvimento de pesquisa, além de atuar como espécie de embaixador da Esalq para negociar uma possível dupla titulação na graduação e pós-graduação". Romanelli desenvolverá uma proposta de análise de projetos que possam atrair mais docentes da Esalq para Nebraska. "Em setembro ocorrerá um evento com apoio da Fapesp e, na oportunidade, docentes brasileiros serão convidados afim de identificarmos áreas que possam ser trabalhadas em futuros editais de cooperação".

Outra área que merecerá atenção na parceria nesta segunda etapa da cooperação é a ciência animal. Recentemente, um projeto aprovado pela Fapesp aponta para o estreitamento de laços na esfera do melhoramento animal. "Essa iniciativa aprovada na Fapesp iniciará a parceria na área de melhoramento genético, genética molecular e genômica animal de bovino de corte. Essa reunião ajudará para avançarmos na pesquisa e no treinamento de alunos", comenta Luiz Lehmann Coutinho, professor do Departamento de Zootecnia da Esalq.

Para o vice-chanceller de relações internacionais da UNL, Josh Davis, os esforços institucionais tem resultado em uma parceria produtiva. "Nos últimos cinco anos temos investido nessa colaboração e estamos felizes com o resultado de troca de estudantes e professores, além do avanço no relacionamento em pesquisas".

Além dos docentes da UNL, acompanhou a assinatura da renovação de convênio a coordenadora de Relações Internacionais do Instituto de Agricultura e Recursos Naturais da UNL, Liana Calegare. Na Esalq, a parceria tem apoio administrativo do Serviço de Atividades Internacionais (SVAInt).

Fonte: USP/Esalq