Notícia

Página Rural

SP: coronavírus – webinar do Ital aborda microencapsulação para produzir ingredientes substitutos de gorduras trans e de outros insumos em alimentos

Publicado em 29 outubro 2020

O processo de microencapsulação e sua aplicação para substituição de gorduras trans e outros insumos em alimentos serão abordados no dia 12 de novembro, às 16h, no próximo webinar gratuito do Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital), vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que está com inscrições abertas.

No evento, será possível ainda conhecer patente tecnológica na área licenciada pela Noviga, desenvolvida pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) em parceria com o Ital que, através de pré-aceleração com a Baita Aceleradora e do programa Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe) da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), está sendo levada ao mercado.

Com mediação da diretora de Programação de Pesquisa e vice-diretora do Ital, Gisele Camargo, o webinar contará com palestras de Izabela Alvim, pesquisadora do Centro de Tecnologia de Cereais e Chocolate (Cereal Chocotec) do Ital desde 2008, e Maria Cristina Nucci Mascarenhas, co-fundadora e CTO da Noviga, startup de soluções e ingredientes microencapsulados para a indústria de alimentos que está dentre as 30 selecionados para o warm up do programa de aceleração TechStart Food Innovation, que conta com o Ital como parceiro especialista.

Engenheira de alimentos, com mestrado e doutorado em Alimentos e Nutrição e pós-doutorado em microencapsulação, Izabela desenvolve no Ital pesquisas em microencapsulação para proteção e liberação controlada de substâncias diversas e suas aplicações em produtos alimentícios, tendo em seu currículo publicações técnico-científicas, patentes, cursos, palestras e trabalhos de cooperação com diversas instituições e empresas.

No webinar, a pesquisadora apresentará conceitos da microencapsulação e a possibilidade de uso das micropartículas como substitutos de ingredientes em alimentos. “Podemos explorar as propriedades de superfície e tamanho das micropartículas para que elas funcionem como substitutos de ingredientes críticos para a saúde como gordura, açúcar e sal, além de veiculadoras de substâncias especiais”, diz Izabela.

Doutora em Tecnologia de Alimentos, Maria Cristina acumula mais de 20 anos de experiência em inovação e desenvolvimento de produtos em multinacionais, consultorias e empreendedorismo, sendo atualmente membro do Leaders Innovation Fellows da Royal Academy of Engineering, no Reino Unido, e mentora do Expertise.me e da Inova, agência de inovação da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

No seminário on-line, Maria Cristina abordará o uso da microencapsulação na prática em uma solução que estão levando ao mercado para o desafio da indústria na substituição da gordura trans e redução de saturados em produtos de forma a atender a RDC nº 332/2019 e a RDC nº 429/2020.

“O uso de cristais de gordura microencapsulados para a cristalização de óleos e gorduras permite obter maior homogeneidade. Além de acelerar o processo de cristalização, incrementa-se a textura do produto e favorece a estabilidade. Obtivemos sucesso, por exemplo, na aplicação em alimentos como biscoitos recheados, sorvetes, margarina e spread de chocolate”, complementa a CTO da Noviga, que falará também sobre desafios e oportunidades.

Sobre o Ital

Localizado em Campinas/SP, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) realiza pesquisa, desenvolvimento, assistência tecnológica e difusão do conhecimento nas áreas de embalagem e de processamento, conservação e segurança de alimentos e bebidas.

Fundado em 1963, vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, o Ital possui unidades técnicas especializadas em carnes, produtos de panificação, cereais, chocolates, balas, confeitos, laticínios, frutas, hortaliças e embalagens, sendo certificado na ISO 9001 com parte dos ensaios acreditados na ISO/IEC 17025.

Por meio do Centro de Inovação em Proteína Vegetal, do Núcleo de Inovação Tecnológica e da Plataforma de Inovação Tecnológica, o Ital estimula alianças estratégicas para inovação e projetos de cooperação. Possui ainda Programa de Pós-Graduação aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Outras informações estão disponíveis no site.

Fonte: Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA/SP)

Essa notícia também repercutiu nos veículos:
2A + Alimentos