Notícia

O Povo

Software pode facilitar o controle de grandes rebanhos

Publicado em 20 fevereiro 2000

As técnicas de manejo não são as únicas que podem ser modernizadas na atividade pecuária. A administração do rebanho também deve ser desenvolvida. Em substituição às antigas fichas zootécnicas manuais, surgem no mercado de informática softwares que prometem facilitar o controle de grandes rebanhos. Um dos sistemas mais completos foi desenvolvido pelo pesquisador do Instituto de Zootecnia de Nova Odessa, em São Paulo, Rafael Herrera Alvarez. Especialista em reprodução animal, ele sentiu a necessidade de diagnósticos precisos e instantâneos para o manejo do rebanho envolvido em seus estudos. Para solucionar o problema, Alvarez apresentou à Fundação de Apoio a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp,) um projeto de pesquisa: Desenvolvimento de Um Sistema Computacional para o Controle Zootécnico e Reprodutivo de Bovinos. Com um financiamento de R$ 11,2 mil e após três anos de trabalho, ele está concluindo o Sistema de Gerenciamento de Rebanhos (SGR). O sistema foi desenvolvido em parceria com Carlos Renato Vilela, técnico em informática e com Antônio Álvaro Duarte de Oliveira, especialista em estatística e computação, também pesquisador do Instituto de Zootecnia. O software deve estar nas instituições públicas de pesquisa do estado de São Paulo a partir do início do segundo semestre. Não é o primeiro programa para controlar as atividades pecuárias. O catálogo de software rural, distribuído pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), lista dez sistemas para o setor. Mas, segundo Alvarez, nenhum deles cobre todas as necessidades do veterinário, particularmente na área de reprodução, como o SGR. Com o sistema instalado, o veterinário pode controlar o rebanho com maior agilidade. Uma fazenda de porte médio, aproximadamente 200 vacas, necessitará apenas de uma visita mensal do profissional