Notícia

Estadão.com

SNI barrou expurgos na USP, mostra comissão

Publicado em 23 março 2018

Por Marcelo Godoy
O expurgo de professores e alunos da Universidade de São Paulo (USP) no regime militar só não foi maior porque em duas oportunidades os pedidos de novas cassações foram paralisados no Serviço Nacional de Informações (SNI). Documentos encontrados pela Comissão da Verdade da USP mostram que o órgão de informações impediu que denúncias feitas por integrantes da universidade e pela Assessoria Especial de Segurança e Informações (AESI), ligada à reitoria da USP, atingissem novos alvos, suspeitos de oposição à ditadura. Mais de [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.