Notícia

Correio Popular

Síncrotron inaugura laboratório

Publicado em 22 fevereiro 1999

O Laboratório Nacional de Luz Síncrotron inaugura hoje um Laboratório de Microscopia Eletrônica com equipamentos que permitirão "ver" os átomos que compõem a matéria. Neste laboratório funcionará o mais potente microscópio da América do Sul, capaz de ampliar em 1 milhão e 500 mil vezes um objeto. Montado com recursos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), o laboratório consumiu investimentos de US$ 1,9 milhão na aquisição de três microscópios, um eletrônico de transmissão e dois de varredura. Os equipamentos estarão à disposição dos pesquisadores. A mais potente ferramenta deste laboratório, que será inaugurado pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Luis Carlos Bresser Pereira, utiliza feixe de elétrons ao invés de raios de luz, para ampliar objetos, como acontece com os microscópios óticos. A energia destes elétrons é de 300 KV. Os microscópios eletrônicos existentes no Brasil são de 200 KV. Enquanto o microscópio ótico permite ver objetos do tamanho de milionésimo de metro, o eletrônico é tão detalhista, que consegue ver objetos um milhão de vezes mais pequenos que aqueles. Vê, por exemplo, os átomos. Os equipamentos serão utilizados em pesquisas em semicondutores, cerâmica, vidros, metais, aços, polímeros e diamantes. A equipe do laboratório, coordenada pelo físico Daniel Ugarte, é formada por cinco pessoas. (Maria Teresa Costa)