Notícia

Embrapa

Simpósio Internacional sobre Fisiologia Reprodutiva de Peixe recebe trabalhos até final deste mês

Publicado em 05 dezembro 2017

O Simpósio Internacional sobre Fisiologia Reprodutiva de Peixe (ISRPF 2018) que acontecerá de 3 a 8 de junho de 2018 em Manaus (AM) está com prazo aberto para submissão de resumos até o dia 29 de dezembro de 2017. Para participação no evento, as inscrições podem ser feitas até 27 de fevereiro de 2018.

O objetivo do simpósio é estimular a discussão e o aprendizado sobre as mais recentes descobertas científicas na área de fisiologia reprodutiva em peixes, com enfoque nas novas fronteiras em diversidade reprodutiva em um ambiente em mudança.

O evento acontece a cada quatro anos, desde a sua criação em 1977 pelo Prof. Dr. Roland Billard, na França. As edições anteriores foram na Europa, América do Norte e Ásia. A próxima será a 11ª edição do ISRPF e será realizada pela primeira vez na América Latina, no Brasil.

O tema central do 11º ISRPF será "Novas fronteiras na diversidade reprodutiva em um ambiente em mudança". De acordo com a organização do evento, o termo "diversidade reprodutiva" refere-se à enorme diversidade mostrada pelas espécies da América do Sul, mas também alude à rica diversidade de estratégias reprodutivas observadas no peixe em geral. Já a expressão "ambiente em mudança", pretende aludir às mudanças e às consequências decorrentes das atividades humanas levando a mudanças ambientais, como o aquecimento global e os efeitos diretos da temperatura, mas também o valor do pH e as concentrações de CO2 na biologia das espécies de peixes.

Segundo a organização do evento, a 11ª edição do ISRPF será um simpósio compacto e sem sessões paralelas simultâneas, permitindo que os participantes possam acompanhar as palestras plenárias e apresentações orais. As atividades acontecerão no Tropical Manaus Ecoresort. O evento será realizado em inglês e não haverá tradução simultânea. Para realizar inscrição ou submeter trabalhos, acesse o site do evento: http://isrpf2018.com.br/

O Comitê Científico Internacional do simpósio é formado por pesquisadores do Brasil, Holanda, Portugal, Argentina, França, Hong Kong, Índia, Estados Unidos, Canadá, França, Japão, Israel e Noruega. No Brasil a coordenação do evento é pelo pesquisador Luiz Renato de França, diretor do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) e professor titular da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

As instituições brasileiras envolvidas na realização do evento são: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) , Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Embrapa Amazônia Ocidental - unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade Nilton Lins , Universidade Estadual Paulista (Unesp), Universidade de São Paulo (USP), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) , Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amazonas (Fapeam), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e Secretaria de Estado de Produção Rural do Amazonas (Sepror).