Notícia

A Tribuna (Santos, SP)

Simpósio discute áreas degradadas

Publicado em 20 setembro 2005

Por Da Sucursal

Os interessados em participar do Simpósio Regional de Recuperação de Áreas Degradadas nas Formações Litorâneas, que será realizado em São Vicente, entre os dias 17 e 19 de novembro, já podem se inscrever. A inscrição será gratuita até 9 de novembro e a ficha está disponível no site www.recuperalitoral.com.br.
Após esta data será preciso ir à Secretaria de Obras, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia (Seobancit — Rua Frei Gaspar, 384, Centro). O evento acontecerá no Complexo de Eventos e Convenções da Costa da Mata Atlântica, na Avenida Capitão Luiz Pimenta, 811, no Parque Bitaru, e tem o apoio Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Instituto Botânico de São Paulo e Governo do Estado.

Consciência
O objetivo do evento, de acordo com os organizadores, é promover a conscientização da população litorânea sobre a importância da recuperação das áreas degradadas e buscar soluções para os desafios enfrentados por pesquisadores que trabalham com a recuperação ambiental.
''O importante não é só preservar as áreas degradadas, mas também a vida dos animais que habitam estes locais, como os caranguejos que vivem nos manguezais'', afirma o secretário de Obras, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Alfredo Moura. ''A preservação do meio ambiente significa preservar a vida'', conclui.
A palestra de abertura será ministrada pelo professor-doutor Paulo Kageyama, que abordará o tema Restauração das áreas degradadas para a recuperação da biodiversidade. Kageyama é diretor de Conservação da Biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, professor titular da USP de Piracicaba, professor de pós-graduação da Unicamp, doutor em Genética de Plantas pela USP, com pós-doutorado pela Universidade da Carolina do Norte.