Notícia

A Tribuna Piracicabana online

Serra lança universidade virtual gratuita

Publicado em 27 agosto 2009

Projeto acadêmico, conteúdo dos cursos, processo de seleção e avaliação do desempenho serão de responsabilidade da USP, Unicamp e Unesp

O governador José Serra lançou ontem os primeiros cursos a distância da Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp). A estratégia do programa é expandir o ensino superior público de qualidade.

O projeto acadêmico, conteúdo dos cursos, processo de seleção para o ingresso dos estudantes e avaliação do desempenho destes alunos serão de responsabilidade das três universidades públicas paulistas (USP, Unicamp e Unesp). Caberá à Univesp garantir as condições materiais, financeiras e tecnológicas.

O Centro Paula Souza, responsável pelas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) do Estado, também desenvolverá cursos técnicos. A estrutura agrega ainda outras instituições, como a Fundação Padre Anchieta, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), a Fundação do Desenvolvimento Administrativo (Fundap) e a Imprensa Oficial.

Destinado a professores da rede pública e privada de São Paulo, a Unesp vai oferecer dois cursos: pedagogia, com 1.350 vagas, e filosofia, com 750 vagas. O processo seletivo acontecerá ainda neste ano. As inscrições e as aulas terão início no primeiro semestre de 2010. Ao longo dos próximos dois anos serão abertas cinco mil vagas.

Com 40% das atividades no modo presencial, em atividades realizadas nos cerca de 30 polos distribuídos pelo Estado, o curso de pedagogia terá três anos de duração e carga horária total de 3.390 horas.

No segundo semestre de 2010, serão abertas 3.200 vagas na graduação semipresencial "Tecnologia em Processos Gerenciais". Realizado em parceria com o Centro Paula Souza, será o primeiro curso tecnológico público a distância no Estado.

O curso foi escolhido para atender a alta demanda de profissionais no mercado - estima-se que 70% dos gestores de pequenas e médias empresas do país não tenham formação superior. Inicialmente, serão oferecidas 80 vagas em cada polo de ensino a distância. Mas o número deve chegar a 3.200 quando os 40 polos estiverem instalados nas 47 Fatecs do Estado. O curso terá duração mínima de 3 anos, com 70% a 80% das aulas a distância.

O acordo também prevê a oferta de cursos extracurriculares de inglês e espanhol com duração de dois semestres aos alunos do Centro Paula Souza. Serão abertas 10 mil vagas (7.500 de inglês e 2.500 de espanhol) que devem atender, ainda neste semestre, estudantes da Região Metropolitana de São Paulo.

Como funciona

Para chegar ao grande público, o Programa Univesp optou pelo Tidia-Ae, plataforma dotada de diversas ferramentas como fórum, mecanismos de busca, calendários, cadernos de anotações, filmes e áudios - todas próprias para esta finalidade. O Projeto Tidia, financiado pela Fapesp, reúne diversos grupos de pesquisa do Estado de São Paulo.