Notícia

Universia Brasil

Serasa Experian lança programa de incentivo à pesquisa

Publicado em 04 setembro 2009

Por Mariana Bevilacqua

Já estão abertas as inscrições para o Programa de Incentivo à Pesquisa Aplicada Serasa Experian. A iniciativa, fruto de parceria com o Universia Brasil, foi apresentada na manhã desta sexta-feira, 4 de setembro e oferece bolsas a estudantes de mestrado e doutorado e a orientadores que desenvolvam estudos ligados às áreas de Crédito, Marketing e TI (tecnologia da informação). Interessados podem se candidatar até 6 de novembro pelo e-mail pesquisas.aplicadas@br.experian.com.

Para participar, é preciso estar regularmente matriculado em cursos de pós-graduação stricto senso (mestrado e doutorado) em uma instituição de Ensino Superior brasileira. Todos os temas que serão subsidiados estão descritos no site da Serasa Experian. Não existe número pré-determinado de bolsas e as propostas serão avaliadas segundo a viabilidade acadêmica e representatividade estratégica.

As bolsas de pesquisas serão vigentes por 12 meses. O benefício para alunos de mestrado é de R$ 1.500,00 por mês e a remuneração do professor orientador é de R$ 600,00. Já para estudantes de doutorado, o auxílio é de R$ 2.000,00 mensais, e o professor orientador receberá R$ 800,00.

"Queremos ampliar o crescimento e desenvolvimento da organização por meio da pesquisa", afirma o presidente do Serasa Experian, Francisco Valim. De acordo com ele, o potencial de desenvolvimento do País é pouco usado pelo mercado. "Nossa proposta é aproximar a universidade das empresas e gerar conhecimento, além de estimular o processo de pesquisa nas áreas de interesse da organização", acrescenta.

Valim comenta ainda sobre o calendário da bolsa. "O resultado será divulgado no dia 19 de novembro e o auxílio terá vigência a partir de dezembro de 2009", explica. Os bolsistas devem entregar o resultado da pesquisa em arquivo eletrônico e impresso, após defesa na instituição de ensino. "Os pesquisadores também apresentarão os resultados obtidos na Serasa Experian, com a presença do professor-orientador", ressalta Valim. De acordo com ele, a data ainda não foi estabelecida.

Os bolsistas deverão gravar versão compacta do trabalho, que ficará no site da Serasa Experian, para difusão dos resultados aos clientes.

Parceria universidades-empresas

Durante o evento também foi realizada a palestra "A importância da parceria entre Universidades e Empresas", ministrada pelo diretor científico da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), Carlos Henrique Brito Cruz. Segundo ele, tal parceria beneficia ambas as partes. "Além de a organização ter acesso ao conhecimento produzido, a instituição fica mais próxima da realidade de mercado", enfatizou.

Brito Cruz cita os benefícios para as empresas. "As organizações têm acesso ao conhecimento gerado pelas pesquisas acadêmicas e a oportunidade de obter uma consultoria para inovação", afirma. Isso porque, explica, um dos problemas enfrentados pelas empresas é a falta de compreensão das pesquisas feitas pelo meio acadêmico.

Uma das razões para a pouca conectividade entre universidades e empresas, segundo Brito Cruz, é a cultura brasileira que tem incentivado a permanência dos acadêmicos nas instituições de ensino. "Apenas 23% dos pesquisadores do País atuam em empresas, números diferentes se comparados a nações como Coréia do Sul, por exemplo, onde 54% dos cientistas estão no mercado. Já nos Estados Unidos o número chega a 80%", descreve.

O descompasso entre a comunidade acadêmica e a pesquisa industrial também justifica o avanço científico ser maior que a inovação tecnológica do mercado. É o que diz Brito Cruz. "A cada 12 mil pesquisas concluídas em instituições de ensino, são produzidas apenas 120 patentes", finaliza.

Para obter mais informações sobre o programa, acesse o site http://www.serasaexperian.com.br/pesquisaaplicada/.