Notícia

Blog Meus livros de Literatura e História

Semiótica e Totalitarismo

Publicado em 15 janeiro 2020

O que é e para que serve a Semiótica? Nesta obra exemplar, Izidoro Blikstein, grande nome da Linguística brasileira, consegue a proeza de ser claro e profundo ao mostrar ao leitor como a Semiótica pode revelar o que se esconde por trás dos discursos que permeiam nossas vidas.

Partindo das bases teóricas, passando pela apresentação da função das ferramentas de análise, o autor apresenta casos práticos de aplicação da teoria na interpretação de alguns tipos de discurso – de textos literários a obras de artes plásticas e de cinema –, chegando ao exemplo máximo de totalitarismo da história mundial recente: o nazismo.

Livro necessário, sobretudo neste momento em que, no mundo inteiro, nuvens totalitárias ameaçam encobrir e turvar os horizontes da cidadania.

Izidoro Blikstein possui graduação e especialização em Letras Clássicas pela Universidade de São Paulo (USP), mestrado em Linguística Comparativa pela Université Lumière Lyon 2, doutorado e livre-docência em Letras pela USP, e é professor titular em Linguística e Semiótica pela mesma instituição. É consultor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo e professor adjunto da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas – SP. Tem experiência na área de Comunicação, atuando com Semiótica e Intertextualidade. Pela Editora Contexto, publicou Falar em público e convencer, Técnicas de comunicação escrita e Kaspar Hauser ou a fabricação da realidade.