Notícia

Revista Amazônia

Seminário Internacional 100 Anos da Revolução Russa em Debate

Publicado em 05 junho 2017

Agência FAPESP – O Seminário Internacional 100 Anos da Revolução Russa em Debate será realizado de 6 a 8 de junho de 2017 no auditório da Casa de Cultura Japonesa na Cidade Universitária, em São Paulo.

O evento do Departamento de Letras Orientais da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH) também homenageará o centenário de nascimento do escritor, tradutor e professor emérito da FFLCH Boris Schnaiderman (1917-2016).

Segundo os organizadores, o objetivo do seminário é “refletir sobre o período revolucionário, abordando de forma plural seus antecedentes e o legado deixado por esse momento tão importante para a Rússia e, de maneira geral, para todo o mundo”.

A palestra inaugural, com o tema “A Revolução anti-monarquista de 1917 e a formação do culto do líder (o caso de Kérenski)”, será proferida por Boris Kolonítski, da Universidade Europeia de São Petersburgo e Academia Russa de Ciências.

“A intelligentsia russa e a revolução. Lições históricas para a intelligentsia no mundo contemporâneo”, por Lenina Pomeranz (USP), “1917 et ses héritages: culture commémorative, rituels politiques et mythologies soviétiques”, por Emilia Koustova (Universidade de Estrasburgo), “Soviet orientalism and World Literature”, por Galin Tihanov (Queen Mary College), e “Dziga Vertov’s Theatrical Origins: The Agit-Trains”, por John MacKay (Yale), são algumas das palestras programadas.

Haverá o lançamento do livro Khadji-Murát, de Lev Tolstói, com tradução, prefácio e notas de Schnaiderman, incluindo seu ensaio Tolstói: Antiarte e Rebeldia (Coleção Leste – Editora 34).

Mais informações e inscrições: http://letrasorientais.fflch.usp.br/node/553

Agência FAPESP