Notícia

Construir Sustentável

Seminário da Abcic destaca o uso de estruturas pré-fabricadas em edifícios de múltiplos pavimentos

Publicado em 28 agosto 2014

Com a presença de 200 profissionais e técnicos ligados ao segmento de engenharia e arquitetura, a Abcic – Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto promoveu nesta quinta-feira (28), em São Paulo, o seminário Soluções Industrializadas em Estruturas de Concreto para Edificações de Múltiplos Pavimentos, dentro do Concrete Congress, evento integrado ao Concrete Show 2014. “Nosso objetivo é levar conhecimento técnico e consolidar conceitos sobre o pré-fabricado para os profissionais do setor da construção”, afirmou Íria Doniak, presidente executiva da Abcic, durante a abertura do evento.

O destaque do seminário foi a palestra magna, ministrada pelo consultor Kim Elliott, que é integrante da comissão de pré-fabricados (C6) da fib – Federação Internacional do Concreto e um dos mais renomados especialistas mundiais em pré-fabricado, que detalhou soluções técnica para estabilidade das estruturas pré-fabricadas de concreto em termos de ações laterais, forças de cisalhamento, efeito diafragma e ligações para cargas acidentais, evitando o colapso progressivo.

Elliott ainda apresentou conceitos de projeto que foram empregados com sucesso em edifícios de até 50 pavimentos na Europa. Recentemente, Elliott lançou na Europa seu livro Multi-storey Precast Concrete Framed Structures, que mereceu uma tarde de autógrafo na Ilha do Pré-Moldado da Abcic, no Concrete Show.

Após a palestra do professor Elliott, o engenheiro Luis André Tomazoni, da Cassol Pré-fabricados, mostrou a aplicação das estruturas pré-fabricadas de concreto em edificações de múltiplos pavimentos, por meio de um caso real, o da ampliação do Jaraguá Park Shopping, com 16 pavimentos e 65 metros de altura. Foram utilizados na obra 10.675 m3 de concreto, 332 pilares, 4.660 lajes e 1864 vigas.

Já Jorge Batlouni Neto, coordenador do Comitê de Tecnologia e Qualidade do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP) e presidente da Tecnum Engenharia, analisou o momento atual do mercado brasileiro da construção civil, ressaltando a importância da interação entre projetistas, construtoras e pré-fabricadores, que vem sendo promovida pelas entidades. A seu ver, será difícil obter um crescimento na produtividade com os métodos convencionais.

Por fim, Augusto Pedreira de Freitas, vice-presidente de Relacionamento da Associação Brasileira de Engenharia e Consultoria Estrutural (Abece) e projetista de estruturas, enfatizou a evolução das normas brasileiras para as estruturas pré-fabricadas, que hoje dão suporte e segurança para o desenvolvimento de projetos com esse sistema construtivo.

Sua palestra, cujo tema foi “Por que não?”, incentivou o maior uso das estruturas pré-fabricadas de concreto em edificações habitacionais e culminou no principal desafio que é o estudo de viabilidade, avaliando todas as possibilidades do sistema. Freitas ressaltou ainda as dificuldades em relação ao aspecto de que um sistema adotado há mais de 50 anos no Brasil ainda seja considerado inovador. Um dos desafios é o desenvolvimento em larga escala de aplicação do pré-fabricado. A tendências das estruturas pré-fabricadas na verticalização e uso em edifícios altos foi unânime na opinião dos palestrantes.

HOMENAGEM AO NETPRE – A primeira palestra foi proferida pelo professor Marcelo Araújo Ferreira, do Núcleo de Estudo e Tecnologia em Pré-Fabricados de Concreto da Universidade Federal de São Carlos (NETPRE/UFSCar), e pelo engenheiro Matheus L. Marquesi, da EGT Engenharia, sobre “Avanços na Investigação dos Mecanismos Resistentes à força cortante em lajes alveolares protendidas de concreto”.

Após a palestra, a Abcic prestou uma homenagem especial aos 10 anos do NETPRE, como forma de ressaltar a importância do trabalho desenvolvido pelo núcleo. “A Abcic e a Universidade Federal de São Paulo, através da Fapesp, viabilizaram um case de sucesso, integrando a indústria e a universidade”, afirma Íria, que acrescenta que a contribuição do NETPRE para o desenvolvimento de seus associados e do setor é de fundamental importância, pois núcleos de pesquisa devem ser fomentados no País.

Sobre a Abcic

A Abcic – Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto foi fundada em 2001, com o objetivo de difundir e qualificar os pré-moldados de concreto destinados às estruturas, fachadas e fundações. Com mais de 100 associados, promove ações e iniciativas inéditas para desenvolvimento do setor, como por exemplo, o Selo de Excelência ABCIC, programa que atesta a conformidade aos padrões de tecnologia, qualidade, segurança, meio ambiente e desempenho das empresas do setor, o Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricado, que prestigia empresas e profissionais do setor, o Anuário ABCIC, que traz informações mercadológicas, técnicas e políticas da industrialização na construção, e a Revista Industrializar em Concreto. Possui uma integração com prestigiadas entidades nacionais e internacionais, como é o caso da fib - Fédération Internationale du Béton, além de realizar cursos de capacitação profissional e de participar de importantes eventos no Brasil e no exterior. Site oficial: http://www.abcic.org.br/