Notícia

Planeta Universitário

Semana Daniel Hogan

Publicado em 19 abril 2011


O Núcleo de Estudos de População (Nepo) e o Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) realizarão, de 26 a 29 de abril, a Semana Daniel Hogan. O objetivo do evento é prestar uma homenagem e apresentar e discutir os resultados das pesquisas que o demógrafo, que faleceu em 27 de abril de 2010, coordenava na Unicamp. Para isso, serão realizados dois seminários internacionais.O primeiro, intitulado “Mobilidade espacial e vulnerabilidade social: desafios teórico-metodológicos e resultados de pesquisa”, nos dias 26 e 27 de abril, apresentará os resultados do Projeto Temático financiado pela FAPESP que tinha Hogan entre os pesquisadores principais.

Durante o seminário haverá sessões sobre “Mobilidade Espacial da População: desafios teóricos e metodológicos”, “O estudo dos movimentos migratórios no Brasil: avanços teóricos”, “Dados e técnicas de análise da mobilidade espacial da população”, “Mobilidade, segregação espacial e vulnerabilidade social: resultados de pesquisa” e “Família, ambiente, mobilidade urbana e vulnerabilidade social: resultados de pesquisa”.

No segundo seminário, “População e espaço na mudança ambiental: cidades, escalas e mudanças climáticas”, de 27 a 29 de abril, serão abordados dois subprojetos sobre mudanças climáticas liderados pelo professor Carlos Nobre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), no qual Hogan era responsável pelas dimensões humanas, especialmente sobre urbanização e cidades. O encontro resultará em um livro reunindo artigos de pesquisadores de várias instituições do país.

A programação do seminário será composta pelas mesas-redondas “População e espaço: o desafio das escalas na compreensão da mudança ambiental” e “Urbanização e mudanças climáticas: entre mitigação e adaptação nas políticas urbanas” e pelas sessões temáticas “Abordagens teóricas e metodológicas em população, espaço e ambiente” e “Mudanças climáticas e cidades: temas emergentes”.

No dia 27 de abril, às 18h, será realizada uma cerimônia em homenagem a Hogan no Centro de Convenções da Unicamp.

Na mesma noite também serão apresentados vídeos com entrevistas do professor sobre suas pesquisas e, em paralelo, uma mostra organizada pelo Arquivo Central da Unicamp com itens do acervo pessoal doado pela família à universidade e que recuperam sua trajetória profissional e científica.

Haverá ainda o lançamento dos livros População e mudança climática e População e ambiente: desafios à sustentabilidade, o último escrito por Hogan em coautoria com os pesquisadores Eduardo Marandola Jr. e Ricardo Ojima. A obra é a primeira de uma série de dez volumes sobre sustentabilidade, coordenada pelo professor José Goldemberg e lançada em dezembro de 2010 pela Blucher Editora.

Nascido nos Estados Unidos, Hogan já era um pesquisador conceituado quando chegou à Unicamp em meados da década de 1970, depois de uma passagem pela Universidade Cornell, onde defendeu tese de doutorado sobre migração interna com foco na cidade de São Paulo.

O pesquisador ajudou a consolidar o IFCH, formando várias gerações de demógrafos, sociólogos e geógrafos. Foi um dos primeiros a integrar o Nepo, onde aceitou o desafio de criar a área de população e ambiente quando ninguém pensava em fazer essa associação no país.

Os seminários ocorrerão, respectivamente, no auditório do Nepo e no do Instituto de Economia da Unicamp.

Mais informações: www.nepo.unicamp.br

Agência FAPESP