Notícia

O Popular (Goiânia, GO)

Semáforo funciona sem energia elétrica

Publicado em 15 setembro 2007

Semáforo funciona com diodos emissores de luz, como o da imagem

Um semáforo de trânsito desenvolvido por pesquisadores brasileiros continua funcionando mesmo quando falta energia elétrica. A novidade, ainda na fase de concepção, mantém o funcionamento quando falta luz porque funciona acoplada a um jogo de baterias compactas. Graças a essa alternativa, afirma a Agência Fapesp, o semáforo batizado de Blackout tem autonomia durante uma hora e meia.

Desenvolvido por pesquisadores do Centro de Pesquisa em Óptica e Fotônica de São Carlos (Cepof), da Universidade de São Paulo (USP), o equipamento usa diodos emissores de luz —- tecnologia chamada de LED -— no lugar das tradicionais lâmpadas incandescentes. Por conta dessa substituição, afirmam os pesquisadores, o consumo de energia da novidade é 15% inferior ao dos aparelhos tradicionais.

Quatro LEDs de alto brilho são usadas nos refletores de cores vermelha, amarela e verde. Uma lente plástica com desenho óptico especial distribui a luz, para dar ao semáforo o efeito luminoso desejado. A imagem do equipamento não foi divulgada -- sabe-se, no entanto, que ele tem formato plano, com espessura menor que 2 centímetros.

"O Blackout irá reduzir muito a probabilidade de acidentes e transtornos no trânsito provocados por pequenos apagões, principalmente nas grandes cidades, como São Paulo, onde o fluxo de veículos é intenso", afirmou Vanderlei Salvador Bagnato, professor do Instituto de Física da USP, em São Carlos, e coordenador do Cepof.

A patente do equipamento já foi registrada e o produto se encontra na fase final de acabamento. De acordo com a Agência Fapesp, o grupo da USP já iniciou os contatos com empresas do setor de sinalização de trânsito, para que possam negociar o uso da tecnologia.