Notícia

ClimaInfo

Sem fósforo, floresta é mais vulnerável à mudança climática

Publicado em 07 agosto 2019

A capacidade de remoção e retenção de CO2 da Amazônia é fortemente dependente dos nutrientes do solo. Pesquisa recém publicada na Nature mostra que o solo da floresta, pobre em fósforo, dificultará a reação das árvores frente ao aumento da concentração CO2 na atmosfera.

Em princípio, uma maior concentração de CO2 na atmosfera favorece o crescimento da floresta. Mas a limitação do crescimento encontrada está enterrada no solo. Usando modelagem matemática, os pesquisadores concluíram que a escassez de fósforo pode comprometer em cerca de 50% a capacidade das árvores de absorver o carbono extra que estará no ar.

O trabalho foi comentado pela Agência Fapesp e pelo Carbon Brief.