Notícia

Portal Salvador Dez

Secretário de Saúde dos EUA defende parcerias entre setores público e privado

Publicado em 08 outubro 2018

Em visita ao Brasil, o secretário e Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, Alex Azar, defendeu investimentos públicos em pesquisa básica e garantias para a indústria desenvolver medicamentos e lidar com os riscos e lucros que isso acarreta. "Pela natureza da nossa organização, entendemos que muitos setores diferentes devem se unir para tornar possível a inovação. Mas também acreditamos na importância de o governo entender o papel particular que deve ter e deixar muito do trabalho para o setor privado", disse Azar em palestra para pesquisadores e outros convidados. Segundo a Agência Fapesp, Azar ressaltou a importância do investimento público na área. Sua pasta tem o maior orçamento do governo norte-americano, atualmente em US$ 1 trilhão por ano, com previsão de US$ 1,1 trilhão no ano que vem. "Pode ser tentador, quando se trata de apoio governamental para pesquisa, insistir que investimentos públicos rendam um certo retorno para o governo, ou que os resultados devem estar disponíveis no mercado a um certo preço. Mas essas políticas vêm com um risco real", afirmou. "Nos Estados Unidos, o setor privado investe duas vezes mais que o NIH (Instituto Nacional de Saúde) em pesquisa e desenvolvimento farmacêutico. Para chegar a essas inovações e convertê-las em produtos de verdade, existe um processo muito caro de testes e desenvolvimento de drogas, incluindo muitos fracassos, a um alto risco. Então, financiamos pesquisa básica e eles [membros do setor privado] trazem capital e fazem os investimentos de risco para trazerem produtos para o mercado", acrescentou.