Notícia

Agência C&T (MCTI)

Secretaria da Justiça organiza debate sobre racismo

Publicado em 21 novembro 2007

A Secretaria Estadual da Justiça e da Defesa da Cidadania realiza, no próximo dia 28, a conferência estadual "O Sistema de Justiça e o Combate ao Racismo Institucional", na Faculdade de Direito da USP. No evento estarão reunidos autoridades, militantes do movimento negro e da defesa dos direitos humanos para debater mecanismos e apontar caminhos para o enfrentamento ao racismo institucional.

O papel do Estado e da sociedade civil na eliminação do racismo institucional será tema chave das palavras dos conferencistas, Celso Lafer (presidente da Fapesp), Hélio Santos (presidente do Instituto Brasileiro da Diversidade) e Sueli Carneiro (dirigente do instituto da mulher negra Geledés). Será prestada homenagem ao advogado, poeta e expoente do movimento abolicionista brasileiro Luiz Gama (1830-1882), com um quadro a ser fixado nas paredes da histórica faculdade de direito.

Programação

18 horas - Recepção 18h30 - 1ª Parte - Homenagem solene ao abolicionista Luiz Gama

Palavras de Eunice Aparecida de Jesus Prudente, ex-secretária da Justiça e da Defesa da Cidadania

José Renato Nalini, Desembargador do TJSP e presidente da Academia Paulista de Letras

João Grandino Rodas, diretor da Faculdade de Direito da USP

Luiz Antônio Marrey, secretário da Justiça e da Defesa da Cidadania

19 horas - Descerramento do quadro de Luiz Gama a ser fixado na Faculdade de Direito da USP

19h30 - 2ª Parte - Conferências sobre o racismo institucional

"O Papel do Estado e da Sociedade Civil na Promoção da Justiça Social"

Expositor: Celso Lafer, professor titular da Faculdade de Direito da USP e diretor presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).19h50 - "As Dificuldades do Ingresso e Ascensão do Negro no Serviço Público — O Racismo Institucional"

Expositora: Sueli Carneiro, diretora do Geledés (Instituto da Mulher Negra). 20h10 - "O Sistema de Justiça e a Promoção da Igualdade Racial"

Expositor: Hélio Santos, presidente do Instituto Brasileiro da Diversidade.