Notícia

Jornal Cana online

São Paulo quer dobrar energia gerada pelo bagaço de cana

Publicado em 14 junho 2007

Por Renato Anselmi, de Campinas

Com uma atuação voltada à orientação da produção de energia limpa e renovável em São Paulo, a Comissão de Bioenergia — criada pelo governador José Serra no final de abril - tem como uma das principais metas o aumento da produção anual de energia elétrica no Estado, gerada a partir do reaproveitamento do bagaço de cana, de 2 mil para 4 mil megawatts. A Comissão esteve inclusive reunida, em maio, para iniciar a estruturação de um plano de ação, que norteará os rumos da energia em São Paulo, envolvendo questões relacionadas à pesquisa, produção, transporte, distribuição e uso de fontes renováveis, de acordo com informações da assessoria de imprensa do governo estadual. Presidida pelo físico José Goldenberg - secretário de Meio Ambiente durante o governo Geraldo Alckmin e professor do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP) -, a Comissão reúne secretários estaduais e especialistas da área oriundos das secretarias de Desenvolvimento, Saneamento e Energia, Agricultura, Economia e Planejamento, Transportes e Meio Ambiente, além da Fapesp, USP, Unesp e Unicamp.