Notícia

Gazeta Mercantil

SÃO PAULO INVESTE EM REDE DE FIBRA ÓPTICA

Publicado em 16 agosto 1995

Por POR ANDRÉ LAOHINI DE SÃO PAULO
No próximo ano, 60% do ESTADO DE SÃO PAULO estará coberto por redes de fibras ópticas, que interligarão as principais universidades e indústrias do estado. Essa rede abrangerá a área mais industrializada e as universidades mais importantes, de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, até o norte, passando pela região metropolitana da capital, Jundiaí e Campinas, com ramificações para os portos de Santos e de São Sebastião. Essas informações foram prestadas pelo secretário da Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico de São Paulo, Emerson Kapaz, que esteve presente à abertura da Comdex South America'95, que começou ontem no Parque Anheinbi, em São Paulo. Além de Kapaz, participaram da abertura - que começou com quase uma hora de atraso - o ministro da Ciência e Tecnologia, José Israel Vargas, e o presidente da Embratel, Dílio Penedo. O ministro das Comunicações, Sérgio Motta, que era esperado, não compareceu. Kapaz também anunciou a criação de um parque tecnológico em São Paulo, a ser implantado no próximo ano. Com laboratórios e institutos de pesquisa, ficará em Jundiaí, a 60 quilômetros da capital. Na abertura da Comdex, também foi confirmada para dezembro a realização de mais uma feira de informática em São Paulo, voltada para o consumidor final, como afirmou Omar Guazzelli, presidente da Guazzelli Associados, que em parceria com a Sociedade dos Usuários de Informática e Tele comunicações (Sucesu) e o Softbank promovem a Comdex. O ingresso para essa feira será relativamente barato e espera-se que o interesse demonstrado em outros eventos se repita, com a presença de milhares de consumidores. A Comdex vai ficar aberta até sexta-feira, com mais de 600 empresas expondo seus mais recentes lançamentos e uma ampla pauta de palestras e seminários, em alguns casos de dirigentes de empresas internacionais, que vieram ao Brasil especificamente para o evento.