Notícia

Jornal da Energia

São Paulo fará parte de rede mundial de renováveis

Publicado em 25 novembro 2013

O secretário da Energia do Estado de São Paulo, José Aníbal e o presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), Celso Lafer, assinaram, na última semana, Protocolo de Intenções de Cooperação para apoiar a consolidação da Rede Mundial em Energias Renováveis, Eficiência Energética e Conservação de Energia dos Estados Líderes Regionais. A Secretaria de Energia é coordenadora desta iniciativa, juntamente com a Assessoria Especial para Assuntos Internacionais do governador Geraldo Alckmin.

 

A rede reunirá especialistas de universidades, institutos de pesquisa e empresas de sete Estados líderes regionais: Alta Áustria/Áustria; Baviera/Alemanha; Cabo Ocidental/África do Sul; Geórgia/Estados Unidos da América; Québec/Canadá; São Paulo/Brasil e Shandong/República Popular da China.

 

Os especialistas irão criar projetos comuns de pesquisas e desenvolvimento de novos produtos em energias renováveis. Durante o evento, o secretário de Energia, José Aníbal, ressaltou a importância da política paulista em apoiar o desenvolvimento de energia renovável em um momento onde o governo federal beneficia a utilização de gasolina nos automóveis, elevando as emissões de dióxido de carbono veicular.

 

Essa política de apoio a pesquisa e ao desenvolvimento nessa área contribuirá para o cumprimento da meta do Plano Paulista de Energia, de alcançar em 2020, a participação de 69% de energias renováveis na matriz energética paulista.