Notícia

TN Sustentável

São Paulo e os novos arranjos da metrópole

Publicado em 05 março 2015

Por Márcio Ferrari

Alguma coisa aconteceu neste século nos padrões de segregação residencial da Região Metropolitana de São Paulo, que não era prevista no fim do século passado. A metrópole continua intensamente segregada, mas não seguiu a tendência esperada de polarização de espaços e estrutura social. Se cresceu a exclusividade das áreas habitadas pelas elites, o restante da cidade experimentou um processo de alteração que a tornou mais heterogênea. Leia na edição de hoje do site TN Projetos Sociais.

Por: Redação TN / Revista Pesquisa FAPESP