Notícia

Folha.com

Ruth Nussenzweig, precursora no estudo da vacina contra a malária, morre aos 89

Publicado em 02 abril 2018

Por Reinaldo José Lopes
SÃO CARLOS - Novas vacinas contra a malária, com potencial para salvar dezenas de milhares de vidas por ano, devem muito da fase inicial de seu desenvolvimento a uma ex-refugiada de origem austríaca, que cresceu em São Paulo e passou a maior parte de sua carreira científica nos EUA, sem nunca cortar seus laços com o Brasil. Essa pesquisadora, a médica Ruth Sonntag Nussenzweig, morreu na noite deste domingo (1), aos 89 anos, de embolia pulmonar. De origem judia, filha dos médicos Eugenia e Baruch Sonntag, Ruth nasceu em Viena e veio [...]

Conteúdo na íntegra disponível para assinantes do veículo.