Notícia

SIS Saúde

Rubens Belfort Mattos Jr e Lygia Fagundes Telles vencem o prêmio FCW 2015

Publicado em 08 dezembro 2015

Por Vanessa Pirolo

A escritora Lygia Fagundes Telles, na categoria Cultura, e o oftalmologista Rubens Belfort Mattos Jr, na categoria Medicina, foram os vencedores do Prêmio FCW 2015, promovido pela Fundação Conrado Wessel (FCW).

Os nomes foram escolhidos pelas Comissões Julgadoras, a partir de indicações feitas por centros de ensino e pesquisa de todo o País. O julgamento contou com a participação de membros das dez instituições parceiras da Premiação: Academia Brasileira de Ciências (ABC), Academia Brasileira de Letras (ABL), Academia Nacional de Medicina (ANM) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (CONFAP), Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), Marinha do Brasil, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) e Fundação Conrado Wessel (FCW).

Cada um dos vencedores receberá, junto com o prêmio, um certificado oficial e o troféu comemorativo. A cerimônia será realizada em meados de 2016.

O Prêmio FCW é realizado todos os anos pela Fundação Conrado Wessel e reuniu, ao longo do tempo, uma coleção de grandes nomes em sua galeria de homenageados.

Em Ciência as premiações já foram concedidas a José Goldemberg, Luiz Hildebrando Pereira da Silva, Sérgio Rezende, Jorge Kalil, Jairton Dupont, Jérson Lima da Silva, João Fernandes Gomes de Oliveira, Leopoldo de Meis, Ernesto Paterniani, Sérgio Mascarenhas de Oliveira, Ivan Izquierdo, Hisako Gondo Higashi, Wanderley de Souza, Carlos Henrique de Brito Cruz, Isaias Raw, Magno Antonio Patto Ramalho, Luiz Carlos Fazuoli, Jairo Vidal Vieira, Carlos Afonso Nobre, Aziz Ab’Saber, Philip Martin Fearnside, Aldo da Cunha Rebouças, José Galizia Tundisi, Dieter Carl Ernst Heino Muehe e Almirante Alberto dos Santos Franco. Também foram contemplados o Museu Paranaense Emílio Goeldi e o Instituto Agronômico de Campinas.

Na categoria de Cultura a homenagem já foi destinada a Fernanda Montenegro, Niéde Guidon, João Carlos Martins, Paulo Vanzolini, Nelson Pereira dos Santos, Antônio Nóbrega, Ariano Suassuna, Ruth Rocha, Fábio Lucas, Affonso Ávila, Lya Luft e Ferreira Gullar.

Já em Medicina, foram premiados Protásio Lemos da Luz, José Rodrigues Coura, Marcos Moraes, Miguel Srougi, Angelita Habr-Gama, Ricardo Pasquini, Fúlvio Pileggi, Ivo Pitanguy, Ricardo Renzo Brentani, Adib Jatene, Maria Inês Schmidt e César Gomes Victora.

Sobre a FCW

A Fundação Conrado Wessel (FCW) foi criada em 1994, após o falecimento do fotógrafo Ubaldo Augusto Conrado Wessel, que explicitou em testamento seu desejo de criar uma fundação voltada para a filantropia, o fomento e apoio às atividades culturais, artísticas e científicas no Brasil. A Fundação distribui, anualmente, desde 2003, mais de R$ 1,2 milhão em prêmios nas categorias FCW de Arte, Ciência, Cultura e Medicina.

A FCW também distribui anualmente oito cotas de doações. Três dessas cotas são direcionadas para o Corpo de Bombeiros da Polícia Militar do Estado de São Paulo e uma cota vai para cada uma das seguintes entidades: Exército da Salvação, Aldeias Infantis SOS Brasil, Fundação Antonio Prudente (Hospital A.C. Camargo) e Associação Escolar Benjamim Constant. Por último, uma cota é distribuída para o conjunto de 27 entidades escolhidas com o Ministério Público, na forma de uma volumosa cesta natalina entregue a 2.700 famílias. O total dessas cotas anuais equivale ao montante atribuído aos Prêmios FCW.

Fonte: Anima Press