Notícia

AgroAgenda

Rotação de cana-de-açúcar com oleaginosas é tema de seminário sobre biocombustíveis

Publicado em 22 setembro 2009

Para promover o intercâmbio de idéias e a discussão sobre o cultivo e os sistemas de produção de oleaginosas em áreas de reforma de cana-de-açúcar será realizado no dia 24 de setembro, em Araçatuba (SP), o Seminário: "Cana-de-açúcar: perspectivas de integração com espécies oleaginosas".

O evento é uma iniciativa da Embrapa Transferência de Tecnologia e da Assessoria de Relações Nacionais da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa, em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária, e Abastecimento - MAPA, com a participação da Embrapa Agroenergia, Embrapa Informática Agropecuária, Embrapa Soja, Instituto de Economia da Unicamp, União da Indústria da Cana-de-açúcar - Unica e União dos Produtores de Bioenergia - Udop.

Com o petróleo oscilando de 55 a 130 dólares por barril, vários países como Estados Unidos, países da União Européia e Asiáticos estabeleceram metas para a substituição do petróleo por biocombustíveis (etanol e biodiesel) para equilibrar as necessidades de energia com as questões ambientais.

A União Européia estabeleceu no Protocolo de Kioto, metas de substituir a gasolina e o diesel utilizado no setor de transportes por biocombustíveis em 5,7% até 2010 e 10% até 2020.

O Brasil é o país mais avançado, do ponto de vista tecnológico, na produção e no uso do etanol como combustível. Investidores de todo o mundo estão interessados na produção de energias renováveis, a partir da produção de biomassa para geração de etanol e biodiesel do país.

A rotação de oleaginosas com a cana-de-açúcar se apresenta como alternativa recomendável e viável para produção de biodiesel, explica Pedro Abel, pesquisador da Embrapa Transferência de Tecnologia que atua no Escritório de Negócios de Campinas em São Paulo. "Isso cria uma nova dinâmica para o setor sucroalcooleiro com implicações na agricultura brasileira como um todo", resume o pesquisador.

No seminário serão debatidos aspectos que orientarão as demandas tecnológicas e econômicas da produção de oleaginosas, com ênfase na soja e girassol, espécies mais indicadas para rotação com cana-de-açúcar, em áreas de reforma dos canaviais na região centro-sul. Marcos Jank presidente da Única, abre a programação do Seminário falando sobre Alimentos, Biocombustível e o Agronegócio Brasileiro seguido de Carlos Henrique Cruz, diretor científico da Fapesp (órgão de fomento à pesquisa no estado de São Paulo) que discorre sobre "Inovação e Sustentabilidade na Agroenergia".

Pedro Abel, expõe o resultado de um levantamento e análise da dinâmica da geografia agrícola na região centro-sul na palestra "A Expansão da Cana-de-Açúcar e a Nova Geografia Agrícola da Região Centro-Sul".

O Seminário está organizado em mesas redondas temáticas que vão discutir temas como: "Sustentabilidade da Produção de Biocombustíveis"; "Balanço e Sustentabilidade Energética dos Principais Sistemas Produtivos de Cana-de-açúcar"; "Rotação de Cana-de-açúcar com Espécies Oleaginosas: Vantagens, Obstáculos e Potencialidades"; O Desafio da Produção de Bioenergia com Economia de Energia entre outros.

Representantes do setor público, instituições financeiras, produtores rurais, agroindústrias, empresas especializadas e pesquisadores envolvidos direta ou indiretamente no setor produtivo da cana-de-açúcar, compõem o público alvo do Seminário.

AGROAGENDE-SE:

Seminário: "Cana-de-açúcar: perspectivas de integração com espécies oleaginosas"

Data: 24 de setembro de 2009 das 8h00 às 19h30

Local: Auditório do Sest/Senat

Rod. Senador Teotônio Vilela, km 9 - Jardim Alvorada, Araçatuba/SP.

Inscrições: www.udop.com.br/index.php?item=cur_relacao&op=19&tipo=cursos

Informações: uniudop@udop.com.br ou pelo telefone: (18) 2103-0528.

Fonte: Embrapa Transferência de Tecnologia / Vera Scholze Borges