Notícia

Portal da Propaganda

Roda Viva contribui para a preservação da memória nacional

Publicado em 16 junho 2008

Por Heloisa Zambão

Enriquecendo o material disponível para pesquisas na internet, o Memória Roda Viva já está disponível a partir desta segunda-feira, 16 de junho, pelo site www.tvcultura.com.br/rodaviva ou www.rodaviva.fapesp.br. Tendo como objeto o acervo do programa Roda Viva, da TV Cultura, e voltado a estudantes, professores e público em geral, o projeto é uma iniciativa conjunta da Fundação Padre Anchieta, da Fundação Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) e da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), por meio de seu Laboratório de Estudos Avançados de Jornalismo (Labjor) e do Núcleo de Estudos de Políticas Públicas (Nepp).

“Este é um projeto que vem se desenvolvendo há dois anos e o resultado é o melhor possível. Estamos disponibilizando o conteúdo do Roda Viva num fantástico instrumento de pesquisa”, explica  Paulo Markum, presidente da Fundação Padre Anchieta.

Para que cada entrevista seja disponibilizada no site, é feita uma transcrição das fitas, que logo depois são editadas e escritas, contando com uma equipe completa e muito bem treinada e preparada. A meta é oferecer às pessoas acesso a todo o material do Roda Viva, antes disponibilizado pela venda de DVDs no Cultura Marcas.

Segundo Paulo Markum, a análise das transcrições são melhores quando lidas, em vez de assistidas, mesmo porque, por este processo, há a possibilidade, obviamente, de ler, reler e analisar cuidadosamente palavra por palavra, exceto nos casos de entrevistados performáticos.

A iniciativa, com investimento total de aproximadamente R$ 500 mil (R$ 300 mil da Fapesp e aproximadamente R$ 200 mil da TV Cultura, em equipamentos e profissionais), é fruto de um projeto elaborado pela Labjor e pelo Nepp, avaliado e sancionado pela Fapesp. “Uma vez aprovado, os trabalhos tiveram início com uma equipe da qual vem participando pesquisadores e técnicos das várias instituições”, relata Carlos Vogt, secretário de ensino superior e coordenador do Labjor/Unicamp.

Nesta primeira fase, o site disponibilizará, na íntegra, 205 entrevistas com personalidades dos mais diversos segmentos, incluindo ciências, cultura, economia, esporte e política. As entrevistas foram selecionadas por assunto e data, de modo que o site apresentasse os cinco segmentos citados de pronto, em foco desde o lançamento do programa Roda Viva, em 1986, até os dias atuais. Posteriormente, até 2009, estima-se que os internautas terão a chance de consultar todas as entrevistas, que somam mais ou menos 1.200, além das futuras edições.

O Memória Roda Viva dispõe de conteúdo no formato texto, acrescido de verbetes (cerca de 900 só nas 205 entrevistas já disponíveis), referências, fotos e pequenos vídeos. Um sistema de navegação simples permite que se encontre rapidamente uma determinada entrevista. Além disso, um mecanismo de busca e a divisão por temas visam a facilitar pesquisas mais específicas.

A publicação das transcrições cria um registro importante na história recente, assegura sua preservação definitiva, possibilita acesso livre a todo o conteúdo e reconstrói o processo de formação da agenda pública brasileira.