Notícia

Gazeta Mercantil

RNP já tem informações para os fornecedores da Internet

Publicado em 04 julho 1995

Por Heloisa Magalhães - do Rio
Os preços ainda não são definitivos, mas empresas que quiserem prestar serviços através do braço brasileiro da Internet já podem procurar centros de informações anunciados ontem - dois no Rio de Janeiro, um em Brasília, outro em Recife e o quinto em São Paulo - e buscar detalhes sobre equipamentos e infra-estrutura de telecomunicações necessárias. Em encontro com a imprensa, Tadao Takahashi, coordenador da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), o braço da Internet voltado às comunidades acadêmica e científica, mostrou o "kit" com as informações básicas necessárias para orientar e para o futuro provedor de serviço, aquele que pretende montar base de dados para serviços "on-line", ou provedor de acesso, e voltado a montar infra-estrutura física de comunicação à Internet. Takahashi fez questão de frisar que ser um pequeno provedor-com vinte linhas telefônicas para atendimento e ligação na rede - significa investir no mínimo R$ 137 mil em equipamentos e R$ 7,5 mil mensais em telecomunicações (veja quadro). "Não é a mesma coisa que montar um BBS que custa muito pouco. O provedor de serviços na Internet necessita de algum fôlego financeiro e conhecimento técnico. Não é para amadores nem sonhadores", frisou. A data para entrada em operação da rede gerenciada pela RNP é em setembro, provavelmente logo no início do mês. Até lá estará pronto o novo "backbone" (sistema de interligação) da RNP. Mas desde ontem empresas que já têm "backbone" próprio como infra-estrutura montada através da Embratel passaram a poder buscar os códigos de acesso, os "endereços" na terminologia da rede para serem distribuídos aos usuários, como é o caso da IBM. Bradesco e Banco Rural que já estão montando seus serviços. ONDE SE INFORMAR O "kit" distribuído ontem visa exatamente fornecer informações aos interessados, o que pode ser feito pelo telefone, fax ou por micro. O usuário pessoa física, que pretende "navegar" na Internet também pode procurar o centro de informações. No Rio, os dados podem ser obtidos através do Instituto de Matemática Pura e Aplicada-IMPA por telefone (021 274-7445) e por computador (021 511 -0695) e através do Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas - IBASE (telefone 021537-0036 e via micro 021 511-1563). Em São Paulo, o telefone para comunicação via fax é (0192) 39-4356 e através de PC pelo número (0192) 39-0136.0 serviço está instalado na sede da RNP. Em Brasília, o centro de informação recebe pedidos por fax (061 226-9328) e por micro (061 226-8596). Já para Recife o número para acesso por fax é (081 268-3792 e via computador 081 441 -4703).